17

 Livro_Intellimen

Homens. Inteligentes.
© 2013

 

Desafio #45

Não fazer antes de concluir o Desafio #44.
Se você quer fazer parte do Projeto IntelliMen, comece do
Desafio #1.

 

Desafio: Aprender a dominar a raiva e usá-la a seu favor.

Explicação: Uma vez assisti um filme onde um ex-presidiário aconselhava um jovem que estava começando na vida do crime. Ele disse: “Dez segundos. Por que eu não esperei dez segundos para a minha raiva passar, eu passei vinte anos na prisão.” E contou como, num ímpeto de ira, ele havia matado o cara que mexeu com a namorada dele no restaurante.

Todos os dias, homens fazem grandes bobagens por causa da raiva. Ela afeta mais homens do que mulheres porque normalmente a mulher com raiva tende a chorar enquanto que o homem tende a agredir. É claro que há várias outras reações também, como incubar a raiva, o que não é nada melhor.

Uma das coisas mais importantes a entender sobre a raiva é que ela é um sinal. Assim como a dor, que sinaliza que algo está errado no seu corpo e precisa de atenção, a raiva é um sinal de que algo contrariou suas expectativas ou seus padrões do que você acha que é certo. A raiva age apenas como uma mensageira. E você precisa entender essa mensagem, para então agir sobre ela apropriadamente.

Por exemplo, se alguém lhe dá uma fechada no trânsito, é normal sentir raiva imediatamente. Afinal, o outro motorista agiu irresponsavelmente e quase provocou um acidente. Mas se você simplesmente reagir à raiva, poderá cometer o mesmo erro dele ou pior, querendo dar-lhe uma fechada também. A solução, portanto, é entender a mensagem daquela raiva. Qual é a mensagem? A mensagem pode ser, entre outras: “Redobre sua atenção! Há pessoas distraídas e irresponsáveis atrás do volante. Dirija por você e pelos outros.”

Se sua esposa gastou mais dinheiro do que você gostaria, sua raiva pode estar dizendo: “Vocês precisam sentar para discutir objetivos financeiros e concordar um orçamento.” Brigar com sua mulher não vai resolver nada.

Entender a mensagem trazida pela raiva é ser sábio. Veja o que a sabedoria divina diz a respeito:

Não te apresses em irar-te, porque a ira se abriga no íntimo dos insensatos. (Eclesiastes 7.9)
Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus. (Tiago 1.19)

Seu desafio esta semana, e sempre, será aprender a dominar sua raiva e identificar a mensagem que ela traz. Obviamente, uma vez entendendo a mensagem, agir sobre ela positivamente. Um verdadeiro IntelliMan é senhor da raiva, não escravo dela.

Caderno de Notas: Pense em uma ocasião recente onde você sentiu raiva. O que lhe contrariou? Qual a mensagem por trás daquela raiva? O que você fez a respeito? O que deveria ter feito? Escreva seus pensamentos.

Parceiro Oficial: Conversem sobre como vocês tem lidado com a raiva e como passarão a agir daqui para frente.

Prazo: Este desafio pode ser iniciado imediatamente e concluído antes do Desafio #46 que será lançado daqui a uma semana.

Postar: Depois — e somente depois — de você ter concluído este desafio, poste seus comentários — no Facebook do IntelliMen (não no seu pessoal) ou no Twitter, com este cabeçalho:

Desafio IntelliMen #45 concluído: Aprendi a dominar a raiva e usá-la a meu favor. (Acrescente qualquer outro comentário ou experiência.)

Links:
www.facebook.com/IntelliMen
www.twitter.com/intellimen27 (quando postar no Twitter, use @IntelliMen27 na sua mensagem)

 

Checklist de verificação

Aprendi dominar e entender minha raiva
Anotei em meu Caderno de Notas
Conversei com meu Parceiro sobre este desafio
Postei meus comentários no Facebook/Twitter

 

Frase:

Raiva é um momento de loucura. – Horácio

 

Compartilhe!


Envie para um amigo por :

17 Comentarios em “Desafio IntelliMen #45”

  1. João Gabriel 3 years atras

    Olá Bispo!
    O Desafio desta semana será muito difícil para mim, pois a raiva fazia parte de mim ( pois a partir de hoje vou me esforçar para cumprir meu desafio ).
    Pois então, o desafio #44 ainda estou refletindo ainda nela, pois desde o desafio #1 ao #33 estava desleixando de comprar meu caderno de notas.
    A partir deste desafio #33 comprei meu caderno e comecei a anotar.
    Antes não lia a explicação e “realizava” o desafio de qualquer maneira.
    Vamos a luta, desafio #45, lá vou eu!

  2. Daniel.318 3 years atras

    Desafio IntelliMen #45 concluído: Aprendi a dominar a raiva e usá-la a meu favor.
    Tendo o domínio,de mim mesmo e usando está raiva como uma força,positiva para superar,as dificuldade do dia a dia.E também usando está raiva santa,em favor de outras pessoas que,estão a minha volta,como o sofrido o aflito e nessecitado.
    Assim como Gideão e os Heróis da fé. 

  3. jorge santos 3 years atras

    Desafio IntelliMen # 45 concluído:

    Raiva: pode ser uma doença, ou podemos fazer dela um sentimento; quando fazemos dela um sentimento podemos até transforma la em
    beneficios para nós e para outras pessoas, quando eu estou com raiva
    eu desconto no diabo, vejo com olhos da fe, é também uma prova que não estamos nem mortos, nem anestesiado.

    Agora se a raiva controla e domina e leva a pessoa a atitudes desastrosas, tornou – se uma doença, ai a desgraça será iminente.

  4. Joilson da silva oliveira 3 years atras

    Desafio intellimen # 45:
    Aprendendo a dominar e a entender a raiva, creio que todos passamos por momento de raiva todos os dias seja no mundo secular ou no mundo espiritual.
    Ex. transito,prob. povo iurd, e outras situações casa, mulher e.t.c…..
    tenho pensado antes de tomar decisões, para nao machucar, ou sair machucado, creio que antes de tudo é, pensar e depois agir.

  5. Pr Paulo Menezes ( Colômbia ) 3 years atras

    Desafio IntelliMen #45 concluído: Aprendi a dominar a raiva e usá-la a meu favor. Quando nos vem a raiva é natural que o homem fique fora de sí, mas essa raiva dominada e usada em favor dos aflitos, em favor dos que sofrem, causamos danos no reino das trevas. é assim que fico com raiva todos os dias, ao ver, as pessoas que sofrem. Uso essa raiva contra o mal que tem destruído os lares de muitos…

  6. glauber salatino 4 years atras

    Desafio IntelliMen 45# concluído: Essa semana foi uam guerra para combater a minha raiva, pois procuraram briga comigo e por pouco não sai na mão com o cara. A única coisa que me parou foi a minha consciencia, que me fez parar para pensar e ver que tenho que dar um bom testemunnho sempre, se a minah arma para vencer a raiva é usar a razão. Meu parceiro oficial também vai controlar mais a raiva. Aproveitei para fazer essa semana alguns desafios que faltavam ser completos! E anotando no meu caderno de notas vi vários fatores que podem me ajudar a vencer a raiva.

  7. joel dotche 4 years atras

    je suis un intel men, je veux apprendre plus

  8. fabio pinheiro barroso 4 years atras

    querido Renato esse comentário postado sobre os “10 segundo de raiva” me fez parar e refletir em tudo e todas as decisões que tomamos em nossa vida quando nos vemos cercado por algumas situações desagradáveis. Algumas as vezes temos total razão, onde outras achamos que temos razão mas por falta de entendimento não conseguimos discernir no momento da “ira” provocada pela situação ocorrida e queremos levar a ferro e fogo onde através desses conselhos pude entender que a caminhos que nos levam a solução sem termos que usar a violência e prosseguirmos para um caminhos que nos levara a nossa própria destruição. muito bom esse conselho onde conversei com minha índia e chegamos a conclusão que devemos aplicar isso em nossas vidas. Deus o abençoe!

  9. amei ler este email.foi bom pra mi

  10. Olá Bispo Renato!

    Eu também estou precisando de resposta a esta pergunta. Uma pessoa da minha equipe tenta denegrir minha imagem com “piadinhas”e comentários tentando me diminuir; só para o senhor ter uma ideia, pisou com os dois pés em cima de uma maquete (1,5 m) construída por meus alunos e teve a coragem de dizer que não viu disse que estava distraído (nesse momento estávamos dentro do ônibus com destino ao local de exposição dos trabalhos); outros colegas já perceberam e fizeram comentário a respeito e perguntaram qual é a dele… então aproveitei o gancho e gentilmente perguntei se ele estava com algum problema de ordem pessoal…Resposta dele: vou me casar com meu “namorido” depois de amanhã.
    Estou vigiando,orando, clamando a Deus por mim e pela equipe

    Att,
    Carmem

  11. NÃO PODEMOS AGIR OU TOMAR ATITUDE QUANDO ESTIVERMOS COM RAIVA POIS NÃO VAIDAR NADA DE BOM.

  12. Realmente agir com raiva só piora a situação. Procure se acalmar primeiro e depois reaja. Diz a bíblia que não se pode colocar só sol enquanto estiver encalorizado. Se agirmos por um segundo qd estivermos raivoso, pagaremos anos pelo ato cometido . Mas vale prevenir k remediar.

  13. Andre Aranha 4 years atras

    Uma pergunta: qual a sugestão para lidar com “malas” do ambiente profissional, que se recusam – ou esquecem – de mudar pequenas atitudes e criancices que irritam e atrapalham seu trabalho, mesmo depois de vários alertas devidamente cordiais?

    Muito grato.

  14. jonathan barraza navas 4 years atras

    Señor yo no le veia interes al hacer el intellimen, apenas lei el 45 como hago para hacer los 44 anteriores?

  15. solange garcia 4 years atras

    Nos salmos 37 diz… “Não fique com furioso, isso so´tras prejuízos.”(bíblia viva)
    entao… gosto de tudo que vcx dizem Renato.
    tudo vem de Deus com certeza e sempre se encaixa muito com o que venho passando. que Deus abençoe sempre vc e a Cristiane.
    abraço

  16. Prezado Bispo esse post me fez lembrar um e-mail que recebi, e que me ajudou a pensar diferente sobre várias coisas, aprendi a respeitar, amar , ouvir e perdoar segue o e-mail para reflexão.

    Certa vez uma menina ganhou um lindo brinquedo no dia do seu aniversário, mas uma amiguinha o levou para sua casa sem permissão e o destruiu antes mesmo dela brincar uma única vez com ele. Ela ficou muito brava e queria porque queria ir até a casa da amiga para brigar com ela. Mas a mãe ponderou: – Você se lembra daquela vez que você chegou em casa com lama no seu sapato? Você queria limpar imediatamente aquela sujeira, mas sua avó não deixou. Ela lhe disse para deixar o barro secar, pois assim ficaria mais fácil limpar. – Sim, mamãe, eu me lembro. – Pois é, meu amor, com a raiva é a mesma coisa. Deixe-a secar primeiro, depois fica bem mais fácil resolver tudo. Mais tarde, a campainha tocou: era a amiga trazendo um brinquedo novo, em reposição ao que havia quebrado, pelo que se desculpou. E a menina respondeu: – Não faz mal, não, minha raiva já secou! Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males. O Senhor lhe pague segundo suas obras. II Timóteo 4.14