EI! Não vá ainda

Fique por dentro de todo nosso conteúdo.

Aproveite também e assine nossa newsletter
para não perder mais nada.

Quem és tu que julgas o servo alheio?


  • Quem és tu que julgas o servo alheio?

     

    Como é possível alguém que tem o Espírito Santo e recebeu unção do próprio Deus para salvar, ser tão implacável, intolerante, cruel e desprovido de misericórdia? Talvez você diga: “Não, isso não é possível!“. Pois eu digo que é.

    É exatamente assim que nos tornamos quando julgamos quem quer que seja. Independentemente se a pessoa errou ou não.

    Se alguém julga, é porque, na verdade, não entende nada da essência de Deus, Quem Ele é de fato. Se soubesse, nunca seria capaz de apontar o dedo para ninguém. Afinal, Deus nunca faz isso. O papel de acusador sempre foi e será do diabo. Mas, infelizmente, muitos cristãos estão tomando essa função para si. E ainda se orgulham disso!

    Se eles soubessem o quanto isso é abominável para Deus – mais abominável até do que o pecado que aquela pessoa que ele está julgando cometeu – se sentiriam envergonhados.

    Quantos um dia passaram pelo nosso caminho e, em vez de estender-lhes a nossa mão, os empurramos precipício abaixo, com as nossas palavras e atitudes? Ou simplesmente pela ausência delas? Talvez você diga: “Mas eu nunca fiz isso! Nunca condenei ou apontei ninguém!”. Talvez você realmente não tenha feito nada para prejudicar ou magoar, mas também não fez nada para ajudar, para confortar. O que acaba dando na mesma. Porque assim como fazer o mal é pecado, deixar de fazer o bem também é!

    Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando.”
    Tiago 4.17

     Para meditar:

     “Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster.”
    Romanos 14.4

     

     “Tu, porém, por que julgas teu irmão? E tu, por que desprezas o teu? Pois todos compareceremos perante o tribunal de Deus.
    Romanos 14.10

     

    Texto de Jeane Vidal

     

     

    Veja também:

    Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…

Acesse também

Free WordPress Themes, Free Android Games