EI! Não vá ainda

Fique por dentro de todo nosso conteúdo.

Aproveite também e assine nossa newsletter
para não perder mais nada.

Quando uma carta enche o seu coração de alegria


  • Quando uma carta enche o seu coração de alegria

     

    Recebi a carta abaixo. Maggie mora na Inglaterra, e eu não a conheço. Ela recebeu de presente um livro Casamento Blindado em inglês de uma aluna que está espalhando o amor inteligente:

    ===
    Meu nome é Maggie, o nome do meu marido é Colin.

    Estamos casados há 6 anos e meio (somos amigos há 24 anos), vivemos como parceiros há 8 anos e meio. Os últimos 3 anos têm sido muito difíceis para mim. Tenho tentado muito colocar o nosso casamento no rumo certo.

    No dia 17 de julho deste ano, descobri que meu marido e seu filho tinham estado com nossos advogados. Eu perguntei ao meu marido o que estava acontecendo e ele me disse que queria o divórcio e que já não me amava mais. Meu mundo desabou. Fiquei doente, estressada.

    No dia 11 de setembro de 2017, uma menina doce e tímida começou a trabalhar em nosso escritório. O nome dela é Maria. Num dos meus dias mais tristes, saí do escritório para um ‘break’. Quando voltei à minha mesa, havia sobre ela um livro chamado ‘Casamento Blindado’, e na primeira página uma dedicatória: “Para Maggie, de Maria”. Fui tão tocada que dei um abraço nela (dia 17/10/17).

    Levei o livro pra casa. No dia seguinte, viajei à Portugal com minhas filhas e seus maridos. Voltei dia 29 de outubro de 2017. Estive fora novamente no outro fim de semana. Voltando desta viagem, meu marido me pediu para ver se poderíamos tentar consertar nosso casamento. Eu fiquei chocada mais uma vez. Ele viu o livro em minha cama (dormimos em quartos separados) e perguntou se poderia lê-lo. Já está na metade do livro. Ele me disse: “Tem alguém que eu conheço neste livro.” Eu perguntei: “Quem?” Ele respondeu: “Eu.” Estamos cheios de esperança, nós dois.

    O gesto bondoso de Maria restaura a minha fé na humanidade. Que menina adorável. Me faz lembrar de uma frase favorita: “A vida não se trata de como lidar com a tempestade, e sim como dançar na chuva.”

    Muito obrigada, querida Maria.
    ===

    Por mais Marias neste mundo!

     

     

     

    Veja também:

    Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…

Acesse também

Free WordPress Themes, Free Android Games