EI! Não vá ainda

Fique por dentro de todo nosso conteúdo.

Aproveite também e assine nossa newsletter
para não perder mais nada.

Quase no final... Precisamos confirmar o seu endereço de e-mail.
Para concluir o processo de assinatura, clique no link existente no e-mail que
acabamos de enviar para você.

Intellimen 2.0 – Desafio #3


  • Intellimen 2.0 – Desafio #3

    Homens. Inteligentes. © 2016

    Desafio #3 Não fazer antes de completar o Desafio #2.

    Este é o IntelliMen 2.0. Se você quer fazer parte do Projeto e ter os melhores resultados, comece a partir dos 53 Desafios.

    Desafio: Lutar contra sua acomodação e sensação de bem-estar através de alguma forma de mudança para melhor.

    Explicação: Em 2011 a empresa de telecomunicação Blackberry vendeu 20 bilhões de dólares em smartphones, tinha quase 4 bilhões em dinheiro no banco e 70 milhões de usuários no mundo. Em 2015, apenas quatro anos depois, as vendas caíram para 3 bilhões, um saldo bancário de 400 milhões de dólares negativos e 46 milhões de usuários. Visualize isso:

    Blackberry 2011 2015
    Vendas US$ 20 bilhões US$ 3 bilhões
    Saldo no banco US$ 4 bilhões –US$ 400 milhões
    Usuários 70 milhões 46 milhões

    A empresa canadense foi pioneira no acesso a e-mails pelo celular, e por anos teve seu aparelho como artigo obrigatório entre membros de governos, executivos e advogados nos EUA, na Europa e em vários outros países. Hoje, ela luta pela sobrevivência e para se manter relevante.

    Ainda no ramo da tecnologia, o mesmo aconteceu com a Nokia, que por anos foi líder no ramo de celulares e chegou a ser uma das empresas mais valiosas do mundo, avaliada em $120 bilhões de dólares. Até que foi engolida pela Apple e Google, e em 2014 vendida para a Microsoft por meros $7 bilhões. Hoje, os celulares Nokia estão extintos.

    O mundo muda muito rápido, e não é só na tecnologia. É na moda, no mercado, na política, nas artes, no esporte, na cultura e em praticamente todas as áreas da sociedade. Só há uma área em que costuma demorar a mudar: na cabeça do homem.

    O erro de empresas como a Blackberry e a Nokia foi deixar de aprender e de acompanhar as mudanças ao seu redor. Elas não só deixaram de ganhar dinheiro, mas perderam a luta pela sobrevivência e relevância. (Curiosamente, a empresa criadora do Blackberry chamava-se “Research in Motion”, que traduzido quer dizer “pesquisa em movimento”, mas decidiu abandonar o nome em 2013. Apropriado para uma empresa que deixou de pesquisar e de se manter em movimento.)

    A necessidade de evolução para sobrevivência é algo tão lógico que Darwin conseguiu convencer milhões com sua teoria de que viemos dos chimpanzés. O argumento realmente é convincente: somente os mais fortes e mais aptos sobrevivem.

    Muitos homens, porém, são a própria contradição da Teoria da Evolução. Se recusam a aprender, se adaptar e melhorar. Acham que estão bem como estão. Desprezam o aprendizado. Abraçam teorias antigas como se nada novo, ou melhor, jamais pudesse existir. Deixam de ser estudantes e se tornam irrelevantes.

    Se você não mudar, é você quem deixará de existir.

    Hoje você pode ser “o cara” — o mais requisitado, o mais conhecido, o mais respeitado, o mais “mais”. Mas se deixar a acomodação tomar conta, você entrará em extinção e amanhã será apenas história.

    Você pode até não querer aprender coisas novas. Saiba, no entanto, que se seus pensamentos e sua mentalidade não acompanharem o tempo e as épocas, você ficará obsoleto e será substituído por alguém melhor. Injustiça? Ao contrário.

    Talvez você diga, “eu não faço nada de errado”. Não precisa. Basta alguém fazer melhor que você para torná-lo dispensável. Se você muda e melhora por iniciativa própria, você garante a sua sobrevivência. Mas se você é forçado a mudar porque outros estão passando à sua frente, pode ser tarde demais.

    Os que se recusam a aprender e melhorar se tornarão desnecessários. E aprenderão esta lição da forma mais difícil e custosa.

    Por isso, neste desafio você vai lutar contra sua acomodação e sensação de bem-estar através de alguma forma de mudança para melhor, por exemplo:

    • Estudar alguém que é bom no que faz e procurar ser tão bom quanto ele ou melhor. Paulo disse: “Sede meus imitadores, como também eu de Cristo.” (1 Cor. 11.1)
    • Identificar uma área importante de sua vida onde você está acomodado, parado no tempo, sem evolução; avançar e desenvolver nessa área
    • Reconhecer onde você já foi melhor e hoje está deixado para trás porque outros estão fazendo melhor que você. Ter atitude humilde, não de competição, para voltar a servir com excelência no que faz

    Caderno de Notas: Quem você irá estudar, imitar, e superar? Em qual área você vai desacomodar e evoluir? Em que você já foi melhor e vai voltar a ser? Tire um tempo para refletir. Anote suas reflexões. Ore sobre isso. E decida o que vai fazer a respeito.

    Parceiro Oficial: Conversem sobre este desafio, troquem suas experiências e conclusões.

    Prazo: Este desafio pode ser iniciado imediatamente e concluído em até 28 dias, antes do Desafio #4.

    Postar: Depois — e somente depois — de você ter concluído este desafio e conversado com seu parceiro, poste seus comentários — no Facebook do IntelliMen (não no seu pessoal) ou no Twitter, com este cabeçalho:

    #intellimen2desafio3 concluído: Lutei contra minha acomodação e mudei/melhorei nesta área: (acrescente o que você fez, o que mudou).

    Links:
    www.facebook.com/IntelliMen
    www.twitter.com/intellimen27 (quando postar no Twitter, use @IntelliMen27 na sua mensagem)

     

    Checklist de verificação

    Identifiquei e lutei contra minha acomodação
    Fiz as anotações em meu Caderno de Notas
    Conversei com meu Parceiro sobre este desafio
    Postei meus comentários no Facebook/Twitter

     

    Frases:

    Nossa única segurança é a nossa capacidade de mudar. – John Lilly

     

    Veja também:

    Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…

Acesse também

Free WordPress Themes, Free Android Games