EI! Não vá ainda

Fique por dentro de todo nosso conteúdo.

Aproveite também e assine nossa newsletter
para não perder mais nada.

Pensamento #25 — As duas pernas


  • Pensamento #25 — As duas pernas

    Parte da série “40 Pensamentos de Jesus”. Veja todos os anteriores aqui, mas primeiro saiba como funciona o propósito aqui.

    Segue-Me. João 1.43

    É difícil imaginar como que as pessoas deixavam suas casas, negócios, amigos, familiares, medos, dúvidas e planos pessoais ao som de apenas duas palavras vindas da boca de Jesus: “Segue-Me”.

    O que Ele tinha que, ao ouvir essas palavras e olhar para Ele, as pessoas viam algo muito maior, mais importante e mais valioso do que tudo o que elas conheciam e tinham até então? Como é que elas, de repente, sem muita consideração, deixavam tudo e O seguiam, sem informações adicionais?

    É bem verdade que nem todos aceitavam o convite. Alguns confiavam mais no que já tinham e conheciam. Duvidavam das palavras d’Ele. A sua descrença era maior que sua fé.

    O que eles não entendiam era que se Jesus fosse dar maiores explicações, riqueza de detalhes sobre o que iria acontecer se eles deixassem tudo para segui-Lo, eles não necessitariam fé. Se Ele explicasse e dissesse, “Segue-Me porque assim terás direção para tua vida; Comigo sempre estarás seguro pois Eu sou o Filho de Deus; nunca deixarei que nada te falte; tu serás infinitamente mais feliz e melhor do que és hoje…” — aí o apelo já começa a parecer um bom negócio. Não necessita fé, apenas inteligência.

    Inteligência é imprescindível, mas não é tudo. A fé transcende a inteligência. Por isso que essas duas quando aliadas tornam a pessoa invencível. Nunca despreze uma a favor da outra. Use ambas igualmente.

    Quem tem inteligência e fé, não hesita em seguir Jesus. N’Ele estão a direção para a vida e a segurança para o amanhã. Quem O segue, não erra.

    Aplicação: Use sua fé aliada à sua inteligência, sempre. Como suas duas pernas, dê um passo com uma e outro com a outra. Não ande por aí como Saci-Pererê.

    Você tem seguido Jesus? De perto ou de longe? De fato ou só de mente? Você tem equilibrado bem o uso da fé e da inteligência ou tende mais para uma ou outra? Por que você acha que algumas pessoas não respondem ao “Segue-Me”? Deixe seu comentário.

     

    Veja também:

    Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…

     

     

    unknown.png Curta nossa página no Facebook. 0% de besteira garantido — ou o seu click de volta.

     

     

Acesse também

Free WordPress Themes, Free Android Games