EI! Não vá ainda

Fique por dentro de todo nosso conteúdo.

Aproveite também e assine nossa newsletter
para não perder mais nada.

João 18: O leão se adianta


  • João 18: O leão se adianta

    Entenda o Propósito de João, como fazê-lo, e acesse todos os comentários aqui.

     

    Terminada a oração, Jesus vai com os discípulos para o outro lado do jardim, passando o riacho de Cedrom, onde costumava reunir com eles. Sabia que ali era o lugar mais provável que Judas iria procurá-lo e levar os soldados para prendê-Lo. Queria enfrentar logo a situação, não fugir dela. E foi o que aconteceu.

    Percebendo a aproximação dos soldados, Jesus, com a intrepidez de um leão na noite, se adiantou de encontro a eles, com o único objetivo de proteger os discípulos: “Se é a Mim que vocês procuram, então deixem que estes outros vão embora!” (v.8) Oh meu Deus! Até naquele momento o nosso Senhor Se preocupou com os discípulos, e não Consigo mesmo! Veja que cuidado, que proteção, que liderança!

    Conhecendo Jesus assim, você ainda acha que Ele lhe deixará na mão na hora do perigo?

    Outra coisa: percebeu a reação dos soldados quando Ele disse, “Sou Eu”? Eles caíram para trás. Por quê? O que muitos não sabem é que este “Sou Eu” é a mesma expressão usada pelo Deus-Pai ao responder a pergunta de Moisés lá no Sinai, mais de mil anos antes, sobre qual era o Seu nome: “Eu sou o que Sou.” (Êx. 3.14)

    Naquela altura, Deus não revelou o Seu nome, apenas lhe deu essa expressão. Mas agora, sabemos que o nome de Deus é Jesus, pois Ele mesmo confirmou isso no capítulo anterior quando orava ao Pai: “Quando estava com eles no mundo, Eu os guardava pelo poder do Teu nome, o mesmo nome que Me deste.” (João 17.12) Não resta dúvida sobre a divindade de Jesus.

    E por esse nome ter tanto poder, quando o Senhor disse “Sou eu”, todo o bando de soldados romanos e da guarda judia, talvez mais de cem, armados, caiu para trás com medo.

    O Grande “Eu sou” está com você aí agora. Seus inimigos e problemas têm de temer, não você.

    E diante de tamanho nome, que comanda tanto poder, sejamos mais reverentes no uso dele. Muitos usam o nome de Jesus para tudo e para nada. Uma arma poderosa só deve ser usada quando realmente necessária.

    Tendo Se entregado aos guardas, mesmo podendo a qualquer momento chamar mil legiões de anjos ao Seu auxílio, Jesus foi levado ao Sumo Sacerdote, que covardemente orquestrou Sua prisão. Somente Pedro e João O acompanharam, à distância.

    Pedro, sempre impetuoso como um trovão, agora se encontrava tomado de medo. Negou três vezes que conhecia Jesus. Realmente é fácil confessar a fé quando tudo vai bem. A prova do verdadeiro cristão, porém, é quando sua fé lhe custa um alto preço. Jesus estava lá dentro, no meio do fogo dos inimigos, e Pedro cá fora, tentando se esquentar do frio perto da fogueira, junto com os guardas que prenderam Jesus. Uma cena difícil de conceber.

    Finalmente, Jesus dá uma lição de independência de pensamento ao responder Pilatos: “Vem de ti mesmo esta pergunta ou outros lhe disseram a Meu respeito?” (v.34) Em outras palavras, deixe de ser marionete nas mãos dos outros e pense por si mesmo. Informe-se em vez de acreditar em tudo o que ouve.

    Uma lição que todos nós também precisamos aprender.

    21_dias_desafio_de_joao

     

     

    O Propósito de João virou livro!

    Agora você pode levar as 21 lições práticas com você e viver essa transformadora viagem no tempo em qualquer lugar.

    Se você foi ajudado através do Desafio, beneficie também um amigo, presenteando-o com um exemplar.

    Disponível para compra no Arca Center. Clique aqui.

199 Responses to João 18: O leão se adianta

Acesse também

Free WordPress Themes, Free Android Games