Blog

 

Muita gente gosta de levantar a bandeira da própria personalidade, como se esta fosse imutável, mas já reparou que a nossa personalidade muda como o dia e a noite? Dependendo da situação, você é simpática ou não, espontânea ou não, carinhosa ou não, compreensiva ou não, ansiosa ou não, ousada ou não, tímida ou não, enfim… é claro que sempre há algumas características em nós que se sobressaem mais, e são justamente essas que pensamos concluir nossa personalidade, mas isso não é totalmente real.

Quantas vezes, dependendo do dia do mês, não somos um pouco mais sensíveis? Umas choram e outras se irritam facilmente, mas isso não quer dizer que são choronas nem irritadinhas, e sim que estão sofrendo as consequências das mudanças hormonais do corpo. E o que dizer das vezes que você é ousada e faz algo que até você se impressiona consigo mesma, para depois ficar lembrando do episódio com cara de quem não consegue reconhecer a própria pessoa que foi?

A nossa personalidade muda muito, mais do que imaginamos. É por isso que não devemos pensar da forma que a maioria pensa, que nasceu assim e vai morrer assim. Quem pensa assim, no fundo quer justificar um erro em si mesmo, como se aquele temperamento forte fizesse parte de sua personalidade, portanto, quem quiser estar ao seu lado, que se acostume com as grosserias. Uma verdadeira desculpa esfarrapada! Isso porque esse temperamento forte que ela tem não transparece, por exemplo, quando está ao lado de alguém que não conhece ou que respeita profundamente, ou com o patrão ou o cliente. Se ela é tão nervosa assim, por que não é nervosa com certas pessoas?

Reconheçamos os fatos: aquilo que sempre pensamos fazer parte da nossa personalidade e tem feito mal aos nossos relacionamentos, precisa ser reconhecido e removido. Não importa se você teve que aprender desde cedo a ter controle de tudo na sua vida, a verdade é que você não tem controle sobre tudo – pare de se enganar e fazer a vida de todos ao seu redor um verdadeiro tormento.

Eu tenho coisas na minha personalidade que precisam ser removidas. Sei que não é fácil reconhecer nem lidar com elas, e que seria muito mais fácil, simplesmente, conviver com elas e esperar que os outros se acostumem… o que seria uma verdadeira injustiça, principalmente para com aqueles que me amam.

Lembra do apóstolo Pedro? Ele era tão ousado, que sempre se sobressaía entre os discípulos, mas a sua ousadia virou covardia, no momento em que se encontrou numa situação de vida ou morte, e negou a sua fé por três vezes. Toda aquela personalidade forte de Pedro foi por água abaixo em poucos minutos! Temos que parar de ficar nos baseando num tipo de personalidade e reconhecer que somos imperfeitas e precisamos nos aperfeiçoar constantemente…

Que tal começar aperfeiçoar sua personalidade esse mês? Aquela que você precisa ter…

  • Seu marido reclama que você não é carinhosa, aprenda a ser carinhosa.
  • Sua mãe reclama que você só liga para ela quando precisa, aprenda a ser atenciosa.
  • Sua filha reclama que você está sempre no pé dela e a critica por tudo, aprenda a ver o lado bom dela.
  • Sua amiga reclama que tem que pisar em ovos quando está perto de você, aprenda a ser agradável, mesmo quando tudo não vai nada bem pra você.

Enfim, aprenda o que você pode mudar na sua personalidade e você será uma mulher muito melhor e feliz!

Aceita o desafio? O que pretende fazer então?

Na fé.

Colaborou: Cristiane Cardoso

Participe! Deixe seu comentário sobre este post