Blog

 

Novembro de 1888, ano da abolição da escravatura no Brasil, isso deveria significar liberdade para as pessoas negras no País, não é mesmo? Só que não!

Vamos falar um pouco sobre racismo e liberdade?

Mas antes leia com atenção o nosso disclaimer: O ministério da Fé Inteligente adverte: Ler esse post poderá causar mudanças irreversíveis na forma de pensar de muitos que se sentem inferior, perseguidos ou injustiçados pela sociedade, devido à cor da sua pele, e poderá causar enorme sentimento de ira, agressividade e discordância da parte da militância negra, ONGs, ativistas e todo tipo de movimentos pró-negros (anti-brancos).

Estejam avisados! rsrsrsrs

A ideia que normalmente temos sobre o racismo é de que, pessoas brancas não gostam de pessoas negras, não é mesmo? Errado! O racismo consiste em um determinado tipo de pessoas que não gostam ou evitam ou agridem ou excluem outro determinado tipo de pessoas. Veja que não escrevi “raças” e sim pessoas, pois todos somos humanos, e se pertencemos a uma “raça” que seja ela a “humana”, e não a branca, negra, oriental, indígena etc. E é neste ponto que quero tanto tocar, no fato de sermos humanos, gente, pessoas e para muitos isso é o que menos importa.

Não falo para aqueles que nos julgam ou rejeitam pela cor da nossa pele, cabelo, forma física etc. falo para as próprias “vítimas”, falo pra você negra, que como eu já viveu momentos em que sentiu dor por ser o que é, por ter a pele escura, falo pra você que sonha com um mundo melhor e sem racismo, falo pra você que acha que seríamos mais felizes se não houvesse os racistas, é pra você que me dirijo quando afirmo:

Pare de sonhar com um mundo sem racismo e deixe você de ser um racista primeiro!
Pare de esperar que uma lei te garanta vagas em universidades, e passe a desenvolver seu intelecto, abandonando o olhar de autocomiseração!

Pare de querer ser aceito ou acolhido por alguém!

Pare de escolher médicos, candidatos políticos, amigos, artistas, líderes espirituais, funcionários e até namorados (a) , só porque eles são negros como você, como se esse fosse o critério determinante do sucesso em sua escolha!

PARE DE SER RACISTA!

Sim, você e eu, mesmo sendo negros podemos sim ser racistas, e isso ocorre cada vez que atuamos das formas citadas acima, escolhendo pessoas por nos IDENTIFICARMOS com elas, somente pela cor da pele, quando eu evito outra pessoa porque ela é branca achando que ela não me entenderá, quando eu julgo e classifico alguém como suposto preconceituoso por ele ter escolhido alguém mais capaz do que eu para alguma atividade, e na minha cabeça isso só aconteceu porque sou negro. Se você já se viu nessas situações, você é racista!

Nós, pessoas que um dia decidimos adotar a vida que a Palavra de Deus orienta, não podemos de forma alguma nos submeter a tamanha escravidão, a escravidão da mente, do intelecto, da inteligência, e sabe como você pode se libertar ? Seguindo o que a Bíblia diz, perguntando e buscando lá as respostas, e logo, aplicando em sua vida.
Tire o foco do racismo alheio e comece a encontrar os seus, escondidos embaixo do tapete da sua condição de vítima. A vida de uma pessoa só muda quando o foco for ela mesma.

Eu não vivo no mundo de Bobby e tão pouco no país das maravilhas de Alice! Eu sei que existem sim, pessoas brancas que se consideram superiores, e não perdem a oportunidade de agredir, humilhar ou excluir uma outra pessoa que tenha a pele escura, eu sei disso! Mas eu simplesmente decidi não lutar para enfraquecê-las ou puni-las, ou provar algo pra elas, eu decidi lutar para me fortalecer. Eu decidi não gastar energia me sentindo menor ou inferior, eu decidi me construir de dentro pra fora, e tal construção faz com que as agressões recebidas no fusquinha que sou por fora rsrsrsrs não façam nem cócegas no tanque de guerra que sou por dentro. 🙂

Eu gostaria de convidar você a fazer o mesmo, a se libertar do racismo reverso, a não julgar mais pessoas brancas e pré condená-las, a não acusar os outros de racismo pelo fato de você não ter sido escolhido para isso ou aquilo, ao invés disso se autoescolha, seja feliz, seja plena em Deus e com sua fé, aumente seus padrões, viva cada dia sendo uma pessoa melhor, creia em Deus e em você, somente assim você sairá da senzala espiritual e mental para desfrutar da liberdade que um dia nos foi outorgada, não pela Princesa Isabel, e sim pelo Deus Altíssimo!

Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

João 8:36

Por Bianca Carturani

Colaborou: Cristiane Cardoso

Participe! Deixe seu comentário sobre este post