Blog

 

Hoje é comum não levar desaforo para casa, brigar com outra mulher, fazer barraco, xingar palavrão, se vestir como se estivesse indo para um ensaio sensual, enviar nudes, falar alto, se encher de tatuagens, enfim… tudo isso é tão comum hoje em dia que você deve estar se perguntando por que estou tocando nesse assunto. Com certeza algumas já devem estar fazendo cara feia para esse texto e pensando ‘quem ela pensa que é?’. Tudo bem, se não quer tocar nesse assunto, pare de ler esse blog então… porque como aprendi com o meu pai… não tenho nada a perder 🙂

Mas você que quer se ajudar, que quer se uma mulher diferente, precisa mudar seus conceitos sobre o que é bonito em uma mulher.

A Palavra de Deus diz:

“Como jóia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição.” Provérbios 11:22 ACI

Ou seja, não adianta beleza se não há discrição.

Mas o que é discrição?

Qualidade de quem é discreto, de quem não tem a intenção de chamar a atenção. Competência de quem sabe diferenciar o certo e o errado; que tem discernimento. Qualidade de quem não revela segredos dos outros.

Ou seja, mulher sem discrição é mulher sem noção.

É mais ou menos igual a ir na praia do Rio de Janeiro de salto alto, correr no parque Ibirapuera de vestido, estar de saia e sentar de pernas abertas, usar luvas de frio em pleno verão, chapéu de praia em pleno inverno. Se você visse essas cenas, no mínimo iria achar que a pessoa não bate bem da cabeça… pois é, a mulher sem discrição passa essa mensagem, por isso a expressão “onde você estava com a cabeça quando…” kkkkk….

A indiscrição chama a atenção errada. Dá pena. Mas ela as vezes é mais sutil do que imaginamos…

Lembro-me da primeira vez que pintei meu cabelo, logo no primeiro ano do meu casamento. Minha irmã ia se casar e eu queria mudar o meu visual um pouco, foi quando fui no salão que nunca tinha ido (Atenção, nunca faça isso! Para mudar o visual, primeiro conheça o profissional), olhei a foto na parede e pedi para ele pintar o meu cabelo igual ao da modelo (#semnoção). Quando ele secou o cabelo e eu vi o resultado final, estava horrível. Além de ter destruído o meu cabelo, o tom de loiro me apagou completamente. E pior, no dia seguinte,  era o casamento da minha irmã e no dia depois, a consagração do meu marido a pastor. São duas coleções de fotos que você nunca vai me ver divulgar… 🙁

Quando cheguei do salão, todo mundo me perguntou se eu estava querendo me parecer com a Madonna… #atençãoerrada

A indiscrição faz isso acontecer, você não se sente bem. É o que acontece quando você grita com alguém e depois quando se pega pensando no que aconteceu, sente vergonha.

A Tarefa como Oferta de hoje é responder essas perguntas em seu diário:

  • Como é que eu trato o meu marido/ namorado/ meus pais/ meus irmãos/ minhas amigas/ meu patrão/ meus colegas de trabalho/outras mulheres em geral?
  • Como é que eu me visto para o trabalho/ escola/ igreja/ shopping/ em casa/academia?
  • Como é a minha maquiagem? E a cor que pinto o meu cabelo? E a cor do meu esmalte?
  • Como é que eu ando? Com quem eu ando?
  • Se alguém não me conhece, qual a primeira impressão que ela tem de mim?
  • Como é que eu falo com as pessoas?
  • Como lido com os segredos ou até o que ouço falar da vida dos outros?
  • Como é que eu reajo quando alguém “pisa no meu pé”?
  • Eu sou uma pessoa educada com as outras?
Depois, você vai perguntar a sua amiga como irmã as perguntas acima sobre você mesma, já que as vezes nós não temos noção de nossas falhas. Peça a ela que seja sincera com você, afinal, o objetivo dessa tarefa é te ajudar e não te consolar.
E para terminar, algumas fotos a seguir mostram o que era indiscreto no passado mas que hoje é considerado moderno… o que você acha?
Na fé e no esconderijo do Altíssimo.
Colaborou: Cristiane Cardoso

Participe! Deixe seu comentário sobre este post