Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Não é bom que o homem esteja só…

Creio que, quando disse isso, o Senhor estava pensando no que significaria fazer outra criatura para completar a primeira. Apesar de ambos terem sido criados com perfeição, ainda assim, sem a parceria seriam incompletos.

O matrimônio tipifica a aliança do Criador com a criatura. O homem representando o SENHOR e a mulher a Sua Igreja.

Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas UMA só carne. Marcos 10.7,8

Ao assumir uma aliança com Deus, o ser humano e Deus se tornam um só Espírito. Da mesma forma, quando há união do homem com a mulher, os dois se tornam uma só carne.

Portanto, a criatura humana foi feita para assumir dois casamentos: o primeiro, do espírito humano com o Espírito de Deus, resultando UM Espírito com Ele.

O segundo, entre a alma dele com alma dela, resultando uma só carne.

Mas o que se ajunta com o Senhor é UM mesmo espírito. I Coríntios 6.17

De acordo com o Eterno, o casamento é a união mais sagrada na face da Terra porque dá início à Família, que, por sua vez, representa o Casamento com Deus, iniciando assim a Santíssima Família de Deus.

Quer dizer: o casamento do ser humano tem de ser um espelho do casamento com o Deus Altíssimo.

O SENHOR considera os Seus como Marido. Ou seja, Redentor, Provedor e Protetor.

Porque o teu Criador é o teu marido; SENHOR dos Exércitos é o Seu Nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; Ele é chamado o Deus de toda a Terra. Isaías 54.5

O recebimento do Espírito Santo significa o Selo do Casamento com Deus.

Mas esse casamento depende da entrega total da criatura humana.

O Selo de Deus só é possível após a entrega da outra parte com todas as suas forças, de todo o seu entendimento e de toda a sua alma.

Não tem jeito: quem quiser se casar com o Todo-Poderoso tem que se divorciar do mundo. Do contrário, nada feito.

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: