Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

A Voz que levanta

Todos nós somos fruto ou resultado das vozes que temos ouvido. Se ouvimos a voz dos fracos, seremos fracos. Se ouvimos a voz do diabo, seremos inseguros, duvidosos, ansiosos, preocupados, medrosos, pois a voz que damos ouvidos vai ditar as reações que teremos em toda e qualquer situação que passemos.

Se ouvimos a Voz de Deus, seremos fortes, corajosos, determinados e seguros. É como está escrito:

A Voz do SENHOR é poderosa; a Voz do SENHOR é cheia de majestade. A Voz do SENHOR quebra os cedros; sim, o SENHOR quebra os cedros do Líbano. Ele os faz saltar como a um bezerro; ao Líbano e Siriom, como novos unicórnios. A Voz do SENHOR separa as labaredas do fogo. A Voz do SENHOR faz tremer o deserto; o SENHOR faz tremer o deserto de Cades. Salmos 29.4-8

A Voz de Deus nos fará enfrentar o que seja, até a morte, se necessário for, uma vez que ela é como um trovão dentro dos que a ouvem.

Porém, ao deixar de ouvir a Voz de Deus, perdemos o controle completo da situação, nem mesmo os milagres recebidos e vistos, ao longo da vida, poderão nos sustentar nas horas adversas.

Esse tem sido o motivo de tantos caírem na fé, de tantos “ex” que temos entre nós, homens e mulheres que foram tão usados, que provaram o poder de Deus, viram esse poder em suas vidas e na vidas daqueles que cuidavam, mas quando deixaram de ouvir a Voz de Deus para ouvir a do coração, a dos homens, a do mundo e, sobretudo, a do diabo, eles terminaram naufragando e perdendo Seu Maior Tesouro.

Os discípulos viveram essa experiência. Durante três anos, eles ouviram a Voz de Jesus diariamente, e isso lhes dava confiança, segurança, porém, quando ficaram sozinhos, se esqueceram de tudo o que tinham visto e ouvido do Senhor, e foram tomados por um medo tão terrível que ficaram escondidos e desesperados após a morte do Senhor.

Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-Se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco! E, dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco! Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós. E, havendo dito isso, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. João 20.19-22

Veja que, por várias vezes, Jesus disse alguma coisa, era a Voz de Deus para fortalecê-los novamente, renová-los em sua fé. E, por último, Ele soprou o Espírito Santo para que, a partir daquele instante, estivesse dentro deles, trabalhando neles, falando com eles, para assim mantê-los fortes, o que de fato aconteceu.

Daquele momento em diante, os discípulos nasceram de novo e passaram a ser fortes como o Senhor Jesus lhes falara.

Isso nos mostra a grande necessidade de se receber o novo nascimento e o batismo com o Espírito Santo, pois, somente assim a Voz de Deus estará dentro de cada um de nós, guiando-nos, ensinando-nos, fortalecendo-nos a cada instante de nossa vida.

Cada um deve decidir qual voz quer ouvir.

Se você está fraco, pensando bobagens, desanimado, triste com alguma coisa ou pessoa, isso já mostra qual voz você tem ouvido e que tem alimentado sua mente, e isso pode causar a pior de todas as coisas: a perda da sua Salvação.

Mas, se você decide ouvir a Voz de Deus e se deixa guiar por ela, então você será forte, você passará por cima de todas as dificuldades que tem vivido e nada nem ninguém poderá lhe impedir de vencer:

Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão. João 5.25

Bispo Franklin Sanches
Colaborou: Bispo Franklin Sanches

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: