Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Por que Abraão foi provado?

Se Deus sabia que Abraão iria corresponder à prova de sacrificar seu filho Isaque, por que o provou?

Deus o provou para deixar claro para a raça humana que qualquer pessoa está em condições de amá-LO e crer nEle, ainda que seja levada aos limites do sentimento.

Abraão não era nascido do Espírito, não era batizado no Espírito Santo, não possuía unção do Espírito, como os profetas e alguns reis de Israel, enfim, Abraão era simplesmente um homem comum como qualquer um de nós. Mesmo assim, foi capaz de superar os apelos do coração para obedecer a Deus.

Ora, se isso foi possível com Abraão, então todos os demais seres humanos poderiam pagar o preço para negarem a si mesmos, tomarem a sua cruz e seguir Seu Filho Jesus.

No sacrifício de Jesus, os incrédulos podem alegar que Ele era Deus e que por conta disso poderia superar os apelos da carne.

A atitude de fé de Abraão também responde àqueles que arrumam um monte de desculpas para negar a fé em Jesus e renderem-se aos caprichos da carne. O fato é que o Senhor jamais pediu ou pedirá algo que não possa ser atendido.

Quando deu ao servo um talento, obviamente, esperava que ele o multiplicasse. Mas, em vez disso, ele o escondeu e ainda alegou…

Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste; E, atemorizado, escondi na terra o teu talento… Mateus 25.24,25

Não há servo de Deus sem talento. O que há sim são servos maus, negligentes e receosos, que apesar de talentosos, escondem seus talentos. Estes serão lançados para fora, nas trevas. Ali haverá choro e ranger de dentes. Mateus 25.30

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: