Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Tempos difíceis fazem os fortes

Com seus enormes arranha-céus, Dubai é sinônimo de riqueza, modernidade e ostentação. Governada pelo Sheikh Mohammed, e sob o comando de sua família desde 1833, Dubai deixou de ser uma cidade seca no deserto para se transformar numa das metrópoles mais glamorosas do mundo.

Mas quem vê todo esse esplendor não imagina os sacrifícios feitos por várias gerações. Prova disso foi a resposta do Sheikh ao ser questionado sobre o futuro da cidade: “Meu avô andava a camelo, meu pai andava a camelo, eu ando de Mercedes, meu filho anda de Land Rover, e meu neto vai andar de Land Rover, mas meu bisneto vai andar a camelo…”

O Sheikh provavelmente entende o sentido do provérbio oriental que diz:
“Tempos difíceis criam homens fortes, homens fortes criam tempos fáceis.
Tempos fáceis criam homens fracos, homens fracos criam tempos difíceis.”

Apesar de desfrutar de tudo o que alma humana pode desejar, o bilionário compreende que foram as dificuldades de seus antepassados que os fizeram fortes e bem-sucedidos. Porém, também tem plena consciência de que a facilidade, as regalias e a falta de obstáculos dos seus descendentes os farão fracos a ponto de colocarem em risco todas as conquistas da família.

As histórias dos heróis da fé descritas na Bíblia comprovam isso, pois, mesmo diante de tantos desafios, a orientação de Deus era sempre encorajá-los para se superarem, a exemplo de Josué:

Não fui Eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. Josué 1.9

Os tempos de paz nunca trouxeram vitórias. Por isso, ainda que você esteja passando por lutas, vivendo tempos difíceis, não desista! Pois, aquele que persevera, obedece e confia em Deus não perde nunca, pelo contrário, são esses momentos que farão você ser mais forte, mais experiente e mais próximo de Deus, a fim de ser testemunha viva do Seu Poder.

Priscila Marques
Colaborou: Priscila Marques

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: