Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Servo, mas inocente

… e disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus Vivo, dar-se-ia o caso que o teu Deus, a Quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões? Então Daniel falou ao rei: Ó rei, vive para sempre! O meu Deus enviou o Seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dEle; e também contra ti, ó rei, não tenho cometido delito algum. Daniel 6.20-22

Se há algo que não podemos perder é a inocência. Pensamentos puros, bons olhos, coração limpo, desejo ardente de servir cada vez melhor….

Daniel era um servo que fazia a diferença, porque nele havia um espírito excelente. O rei queria colocá-lo sobre todo o reino. Ele era fiel e não se achava nele nenhum erro nem culpa.

Três vezes no dia, Daniel se colocava de joelhos e orava. Despertando assim muita inveja, razão pela qual foi lançado na cova dos leões.

Deus não livrou o servo Daniel da cova, mas na cova, justamente, por causa da sua inocência.

Ainda estando na cova ele não deixou de servi-LO. Não importava se estava no palácio ao lado do rei, ou dentro de um buraco cercado de feras para devorá-lo, Daniel era servo fiel e acima de tudo inocente.

Alguns serão lançados mais tarde, outros mais cedo, mas todos nós, um dia, enfrentaremos os leões. E quem já enfrentou, com certeza enfrentará de novo.

O que nos resta é mantermos a nossa inocência, para presenciarmos sempre o livramento e sermos honrados pelo Próprio Deus.

O Senhor Jesus disse:

E, se alguém Me servir, Meu Pai o honrará. João 12.26

Bispo Djalma Bezerra
Colaborou: Bispo Djalma Bezerra

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: