Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Malícia

Sem dúvida, a malícia bloqueia o entendimento espiritual dos cristãos, exatamente o mesmo entendimento dos incrédulos que Satanás tem cegado, como diz:

… o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do Evangelho da Glória de Cristo, que é a Imagem de Deus. 2 Coríntios 4.4

Medite nestas perguntas:

Por que Satanás tem cegado os entendimentos dos incrédulos?
Ele tem cegado os entendimentos, justamente, para que os incrédulos fiquem impedidos de conhecer a Verdade que liberta.

Ele consegue cegar os entendimentos dos crentes?
Em princípio não, por causa do Espírito Santo. Mas quando os mesmos abraçam qualquer tipo de malícia, especialmente o sentimento de desconfiança em outras pessoas da mesma fé, então a tendência de descrença ou disposição de ver tudo com maus olhos, por medo de serem enganados, acaba anulando a capacidade de entender a Palavra de Deus. Isso pode ser natural no reino deste mundo, mas jamais no Reino de Deus, onde todos creem na mesma Palavra.

Por conta disso, muitas pessoas boas que não cometem pecados grosseiros acabam sendo contaminadas com o vírus da malícia (desconfiança) e não conseguem desenvolver mais a fé para a salvação da própria alma.

Leia e medite nos seguintes versos:

Pela sua própria malícia é lançado fora o perverso, mas o justo até na morte se mantém confiante. Provérbios 14.32

A tua malícia te castigará, e as tuas infidelidades te repreenderão; sabe, pois, e vê que mau e quão amargo é deixares o Senhor, teu Deus, e não teres temor de Mim, diz o SENHOR, o SENHOR dos Exércitos. Jeremias 2.19

Lava, o teu coração da malícia, ó Jerusalém, para que sejas salva! Até quando hospedarás contigo os teus maus pensamentos? Jeremias 4.14

Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia (desconfiança), e adultos no entendimento. 1 Coríntios 14.20

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: