Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

A Testemunha Fiel

A oferta desnuda a alma do ofertante, mostra as verdadeiras intenções e permanece como sua testemunha diante do Único Eterno Deus. No Juízo Final, essa testemunha fiel servirá para defender ou acusar o ofertante perante o Eterno Juiz. As ofertas testemunharão do bem ou do mal feito na Terra. É como está escrito:

Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala. Hebreus 11.4

Este texto mostra que a oferta de sacrifício de Abel foi testemunha da justiça dele. Sua vida de sacrifício, mostrada na oferta, o fez merecer a Salvação eterna da sua alma. Não é à toa que, mesmo depois de morto, ainda fala (ele continua vivo).

Isto diz o Amém, a Testemunha Fiel e Verdadeira, o Princípio da criação de Deus… Apocalipse 3.14

O Senhor Jesus é o Amém para aqueles que Lhe têm sido o amém (obediência à Sua Palavra);
O Senhor Jesus é a Testemunha Fiel (Oferta Fiel) para os que sacrificam (ofertam) suas vidas por Ele;
Ele é a Testemunha Fiel e Verdadeira do esforço Divino para salvar a humanidade. Mas só os que creem e, por causa dessa fé, se sacrificam como ofertas vivas neste mundo perverso. Eles têm que ser fiéis testemunhas da Sua ressurreição;
O Senhor Jesus é o Princípio da criação de Deus que gera nascidos de Deus e se multiplicam.

Na oferta, Deus vê a qualidade de amor, a dedicação, o temor e, sobretudo, a intenção do ofertante.

É como um presente dado a alguém. Quando o recebe, o presenteado avalia, pesa e considera o tipo de amor materializado pelo ofertante. Se o presente é vulgar ou barato, imediatamente, o presenteado nota o desdém do ofertante. Mesmo os presentes dos mais pobres podem ser considerados expressivos quando o presenteado vê o esforço do ofertante. Mas quando o ofertante tem condições e, mesmo assim, oferece algo inexpressivo, é claro que o presenteado vai também desprezá-lo.

A oferta a Deus mostra o que há no coração do ofertante. Não adianta a pessoa dizer que ama a Deus e a sua oferta provar o contrário. A oferta de cada um é testemunha viva do que há no coração do ofertante.

Muitos se aproximam do Altíssimo apenas por interesse no que Ele tem a oferecer. Não estão interessados nem um pouco no compromisso de Lhe dar ou prestar obediência. Apenas em resolver os seus problemas. A maioria tenta se aproximar dEle apenas para receber respostas. Verdadeiros ingratos…

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: