Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Em Lucas 15, o Senhor Jesus mostra 3 tipos de perdidos e suas origens.

A ovelha que se perdeu, um animal irracional que, por não pensar, se desgarrou. São pessoas que vivem na emoção do coração, não usam a cabeça, e, por isso, acabam se desgarrando do rebanho. Porém, podem ser achadas pelo pastor.

A dracma perdida, que se perdeu por descuido de alguém. São pessoas que ainda tomavam leite e não lhes foi dado um alimento sólido, por isso se perderam dentro de casa. Essa dracma vai ser achada, cedo ou tarde.

O filho pródigo foi para a lama comer com os porcos pelas suas próprias pernas. São pessoas que, embora tenham sido alertadas pelo Pai, não quiseram ouvir e, iludidas pelas conquistas materiais, foram em busca dos prazeres do mundo.

Para os filhos pródigos só tem um jeito: o arrependimento “sem cera” (sincero) e uma atitude de voltar para a casa do Pai.

Ou seja, a ovelha pode ser resgatada, a dracma achada, mas o que saiu de casa com as próprias pernas, só ele pode mudar essa situação.

Bispo Bira Fonseca
Colaborou: Bispo Bira Fonseca

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: