Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Bom dia, Bispo!

Me chamo Verônica, sou de Vicente de Carvalho, Guarujá – SP. Tenho um filho que é especial, ele tem um grau de autismo e é muito inteligente. Ele vai à Igreja comigo desde que estava na barriga, agora está com 17 anos, mas sempre questionou as coisas de Deus, culpando Deus por tudo o que acontecia, ele me falava: “Tá vendo, mãe, por que Deus não ajuda as pessoas?”

Na terça-feira passada, 26, pela manhã, ele estava meio nervoso e começou a questionar as coisas de Deus. Então, liguei o computador e o coloquei para assistir ao último capítulo da novela Apocalipse, o deixei sozinho assistindo e fui cuidar da casa.

Passado um tempo, ouvi um barulho como de choro e fui ver o que estava acontecendo. Para minha surpresa, me deparei com meu filho em prantos, chorando como nunca o vi antes, e ele me disse: “Mãe, eu falei coisas horríveis sobre Deus! Eu não sabia como Ele era de verdade, será que Ele me perdoa?” Eu disse: “Sim, filho, Ele te ama e quer te dar a Salvação, é só você pedir perdão e se entregar a Ele”.

Então, Bispo, meu filho entrou no banheiro e, em prantos, orou a Deus como nunca.

Bispo, não sei explicar, mas acho que ele teve um encontro com Deus, e eu sei que hoje houve Salvação nesta casa, e já vejo a mudança nele.

Bispo Renato Cardoso
Colaborou: Bispo Renato Cardoso

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: