Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

A loucura da fé sacrificial

Como crer que chamando pessoas fracas para irem à guerra, elas poderão vencer? (Joel 3.10)

Como crer que pedindo a senhoras viúvas tudo o que tinham, poderia ajudá-las? (1 Reis 17.8-15 e Marcos 12.41-44)

Como crer que, depois de deixar tudo, alguém receberá no presente cem vezes mais e no porvir a vida eterna? (Marcos 10.28-30)

Temos esses e muitos outros exemplos bíblicos!
Mas para quem não crê na Bíblia, considere o que acontece na Universal.

Como é possível uma instituição tão perseguida, desde que começou a crescer e se espalhar pelo mundo, ter a maior parte dos seus membros formada por empresários que chegaram falidos e desacreditados, mas que através da fé conseguiram reconstruir tudo o que perderam, e que, além disso, ganharam muito mais?

Como é possível que indivíduos marginalizados na sociedade, sem nenhuma perspectiva na vida, hoje sejam pessoas honradas, respeitadas, pais e mães de família?

Entre tantas outras maravilhas… Como a cura de doenças consideradas incuráveis pela medicina, mortos que ressuscitam etc. É só olhar, principalmente, para os testemunhos da Fogueira Santa de Israel.

Tudo começou com alguém desacreditado na igreja da qual era membro, por pastores que duvidavam do chamado de Deus para ele. E que começou também como uma loucura!

Pois, quem, em sã consciência, deixaria 16 anos de trabalho com estabilidade, depois que uma das filhas nasceu com um grave problema de saúde, e que ainda necessitaria de várias intervenções cirúrgicas?

É tanta loucura que teríamos de escrever muitas páginas, afinal de contas, são 40 anos de loucuras!!!

Por isso, se a sua atitude no Altar não fizer ninguém lhe chamar de “louco”, esqueça!
A você não foi revelada essa fé.

Bispo Clodomir Santos
Colaborou: Bispo Clodomir Santos

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: