Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

EUA: A maior população carcerária do mundo

Os Estados Unidos possuem um contingente de 2,3 milhões de presos, o que faz do país o primeiro na lista das nações com as maiores populações carcerárias do mundo. Só no Texas, são 141.661, o que torna o estado número 1, com maior população carcerária dos EUA, onde existe a pena de morte.

Para se ter uma ideia, existem mais norte-americanos atrás das grades do que em dormitórios de faculdades. Ainda, segundo os dados da pesquisa elaborada pelo ICPS, a cada 100 mil habitantes dos Estados Unidos, 698 estão vendo o “sol nascer quadrado”, e a cada ano morrem 7 mil pessoas em cárceres estadunidenses, muitas são assassinadas ou suicidam-se.

Em contrapartida a esses números alarmantes, o trabalho da Universal UNP (UBB) “Universal Beyond Bars” (Universal Além das Grades, em tradução livre), na reabilitação de presidiários ultrapassa fronteiras e idiomas.

Há alguns meses, o trabalho Universal nos Presídios vem realizando ações sociais e apoio espiritual em Clemens Unit, no Texas.

“Muitos deles não acreditam que podem viver uma vida livre da prisão, porque foram presos mais de uma vez. Alguns deles se sentem sem esperança, porque sua própria família os abandonou. Contudo, podemos ver o progresso no trabalho que estamos realizando com eles, pois já temos muitos testemunhos, e até os policiais têm visto as mudanças” – relata o Pastor Quincy Leith, responsável pelo grupo no país.

Universal nos Presídios inaugura a primeira igreja no Texas, EUA

Fotos antes da reforma feita para a inauguração da nova igreja

Recentemente, a Universal abriu suas portas dentro do Clemens Unit, em Texas. Com a capacidade para acomodar 100 detentos, a reunião inaugural foi ministrada pelo Bispo Bira Fonseca, responsável pelo trabalho em inglês, nos Estados Unidos.

“Muitos estão presos porque praticaram crimes – infringiram a lei. Se um homem rouba um outro homem, perde a sua liberdade. Imagine quando o homem rouba ou é infiel a lei de Deus, que é a Sua Palavra?
Porém, se este mesmo homem que roubou outro homem e perdeu a sua liberdade, decide hoje se voltar 100% para Deus, este homem se torna livre, mesmo estando atrás das grades”
, ensinou aos presos.

Bispo Bira Fonseca
Colaborou: Bispo Bira Fonseca

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: