isTablet() ) { ?>

Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Quando estava próxima a Páscoa dos judeus, Jesus foi a Jerusalém. Chegando lá, Ele encontrou no templo aqueles que vendiam bois, ovelhas e pombos, e os cambistas assentados. Jesus tinha feito um açoite de cordões, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambistas, e derrubou as mesas. E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de Meu Pai casa de venda.

E os Seus discípulos lembraram-se do que está escrito: O zelo da Tua Casa me consumirá. Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Que sinal nos mostras para fazeres isto? Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei. Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e Tu o levantarás em três dias? Mas Ele falava do templo do seu corpo. Quando, pois, ressuscitou dentre os mortos, os Seus discípulos lembraram-se de que lhes dissera isto; e creram na Escritura, e na palavra que Jesus tinha dito. João 2.13-22

Agora eu pergunto: Por que os discípulos se lembraram, todos com unanimidade, da mesma passagem? E por que os judeus não se lembraram de nada que estava escrito? Se todos eles estavam no Templo, certamente liam e ouviam da Palavra de Deus.

E os judeus ainda perguntavam a Jesus que sinal era aquele que estava fazendo, pois eles estavam chocados com a atitude de Jesus. Contudo, Ele respondeu de uma forma não compreensível, fazendo ainda mais confusão na cabeça deles, gerando mais e mais dúvidas.

Interessante é que os discípulos não sabiam o que os outros discípulos haviam lembrado, mas todos eles lembraram da mesma passagem bíblica!

Quem fez isso? Quem faz isso?

O Próprio Espírito Santo é Quem auxilia. Faz lembrar não só para recordação, mas também para ensino. Aqueles discípulos entenderam que Jesus tinha zelo pelas coisas de Deus. Ele não aceitava que aqueles homens chegassem ao Templo com “tudo pronto” para “ser sacrificado” (bois e ovelhas eram para o sacrifício), sem ao menos terem se preparado, e escolhido de antemão, com cuidado, a oferta para Deus. Com certeza, eles perceberam que Jesus, quando estava próxima a Páscoa, subiu a Jerusalém, mostrando que não se devia chegar de qualquer jeito.

Muitas pessoas querem que Deus responda as suas indagações. Quanto mais dúvidas têm, menos são respondidas. E por quê? Porque não têm zelo pelas coisas de Deus. Querem fazer apenas para cumprir um ritual, mas não querem entregar o melhor a Quem salva e cuida.

Jesus não respondeu de forma clara aos judeus. E a Bíblia relata que os judeus O indagaram, mas Ele não explicou nada.

O Espírito Santo Se encarregou de explicar o que o Senhor Jesus não explicou aos discípulos. Ele é o Auxiliar daqueles que zelam para com as coisas de Deus. Zelam pela sua oferta de vida.

O Espírito Santo não só orientou quando Jesus estava expulsando os animais, como também depois, quando Jesus foi morto e ressuscitou. Os discípulos novamente se lembraram das Palavras de Jesus, creram nas Escrituras e no que Jesus havia dito.

Agora você entende com quem o Espírito Santo fala. Ele fala com aqueles que têm todo o cuidado, zelo e atenção para com as coisas de Deus. Que se preparam, observam suas ofertas e a si mesmos o tempo todo.

Viviane Freitas
Colaborou: Viviane Freitas

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: