Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

O sim de Deus

Jesus é o Amém. Apocalipse 3.14

Não é o Sim para os caprichos da vontade de Seus seguidores. Estes jamais podem se esquecer da sua condição de servos.

Enquanto estiverem vestidos de carne serão servos da mesma forma que Jesus foi Servo nos dias de Sua carne. Hebreus 5.8

Basicamente, o cristão é servo. Servo do Senhor Jesus Cristo.

Por conta disso, sua vontade tem de estar sujeita ao Senhor e jamais pode prevalecer sobre a do seu Senhor.

A vida com abundância não lhe dá o direito de ser senhor.

Há Um e apenas Um só Senhor.

Portanto, quem é servo tem de sujeitar sua vontade à vontade de seu Senhor.

Não foi assim que Jesus agiu em relação ao Pai?

Ele, Jesus, nos dias de Sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a Quem O podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da Sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu. Hebreus 5.7,8

Por maior e melhor que seja a condição de servo neste mundo, ainda assim, ele jamais será senhor.

Na prática, o que isso significa?

Significa dizer que, apesar da condição de príncipe, filho e servo, mesmo assim, se quiser continuar servo, tem de sujeitar suas vontades às do Senhor Jesus Cristo.

A oração: “Oh Deus, em o Nome de Jesus, faça isto ou aquilo…”, além de não agradar ao Senhor, não funciona.

Mas a oração: “Oh Deus, em o Nome de Jesus, Te suplico isto ou aquilo. Porém, que seja feito de acordo com a Tua vontade”.

Esse tipo de oração sempre alcançará o Trono e haverá o sim do Amém.

Pode até parecer demorada a resposta, mas, cedo ou tarde, ela virá no tempo determinado por Ele.

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: