Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Disse-lhe a mulher: Senhor, Tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva?… Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que Eu lhe der nunca terá sede, porque a água que Eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna. João 4.11-14

A mulher tinha consciência de que para tirar a água daquele poço e beber, seria necessário um esforço muito grande. O sacrifício era feito de uma forma constante, pois todas as vezes que ela tinha sede, ela tinha de ir ao poço e fazer mais uma vez o sacrifício para ter a água. Água que ela bebia, e depois voltava a ter sede.

Assim são as pessoas. A sede de serem felizes no amor, de ter uma família unida, de prosperarem, de serem bem-sucedidas em todas as áreas da vida, nunca termina. E elas estão sempre se esforçando, lutando, sacrificando para ter tudo isso.

Ninguém precisa conscientizá-las de que é necessário o sacrifício. Elas têm a consciência disso. Às vezes, o sacrifício é em vão, porque depois de conquistar tudo, em muitos casos, as perdas acontecem e a sede continua.

Contudo, a proposta do Senhor Jesus, que é a fonte da Água da Vida, é que quem beber da Água que Ele dá, nunca mais terá sede! Essa “Água” é o Espírito Santo, que está acima de tudo e de toda a necessidade humana.

Há quem tenha as necessidades supridas e ainda assim seja infeliz, mas quem bebe a Água da Vida tem a maior de todas as necessidades supridas e, com o tempo, as demais, com a prática da Fé.

Ora, se para ter essas necessidades supridas é necessário o sacrifício, imagine para ter a maior de todas as necessidades supridas que é o Espírito Santo!

O que você seria capaz de fazer para ter o Espírito Santo?

Tenha cuidado e não se iluda com este mundo, porque o Senhor Jesus disse:

…sem Mim nada podeis fazer! João 15.5

Bispo Romualdo Panceiro
Colaborou: Bispo Romualdo Panceiro

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: