Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Qualquer pecado é pecado.
Grande, médio ou pequeno, não importa, é passível de condenação eterna,

Porque o salário do pecado é a morte. Romanos 6.23

Entretanto, há pecados tão sutis que a pessoa nem nota, colados ao coração, parecem fazer parte dele; parte do caráter religioso; sorriso nos lábios e veneno no coração.

Um deles veio a Jesus e perguntou:
Mestre, sabemos que és verdadeiro e que ensinas o caminho de Deus… (blá-blá-blá…)
Que te parece? É lícito pagar tributo a César ou não? (pura malícia) Mateus 22.16,17

Primeiro, louvor; depois, veneno. Queria condenar Jesus com Sua própria resposta.
A malícia é o tipo de pecado que mata aos pouquinhos.

Enquanto a pessoa se nutrir de má intenção, jamais terá a atenção Divina, jamais terá a vida destravada.

Adianta fidelidade nos dízimos e malícia no coração?
Não seria isso tentativa de agradar a Deus e ao diabo?
É possível o mal-intencionado ser visitado por Deus?

Esse tem sido um dos maiores ENTRAVES na vida de muitas pessoas religiosas;
Veem tudo com maus olhos;
Veem o pastor com malícia;
Veem as ofertas com malícia;
Veem os obreiros e demais pessoas com malícia…

Aí vai o conselho de Jesus:

São os teus olhos a lâmpada do teu corpo; se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; mas, se forem maus, o teu corpo ficará em trevas. Lucas 11.34

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: