Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Faze-me justiça, ó Deus, e pleiteia a minha causa contra a nação ímpia. Livra-me do homem fraudulento e injusto.
Pois Tu és o Deus da minha fortaleza; por que me rejeitas? Por que ando lamentando por causa da opressão do inimigo?
Envia a Tua luz e a Tua verdade, para que me guiem e me levem ao Teu Santo monte, e aos Teus tabernáculos.
Então irei ao Altar de Deus, a Deus, que é a minha grande alegria, e com harpa Te louvarei, ó Deus, Deus meu.
Salmos 43.1-4

Davi queria justiça contra aqueles que queriam fazer-lhe mal, mas não ficou dando gritos vazios a Deus para que Ele o ajudasse. Não, nada disso. Ele sabia qual era o caminho. Ele tinha consciência de que para que a Justiça fosse feita, seria necessário muito mais que orações e pedidos, seria necessário o uso da fé viva e prática. Por isso disse que iria ao Altar, que era sua alegria.

Muitos querem justiça, mas fogem do Altar, pois, para esses, o Altar não é motivo de alegria, mas de peso. É por isso que nunca veem a justiça sendo feita. Muito pelo contrário, são humilhados e injustiçados sem que ninguém os defenda. Porque a Justiça de Deus só é feita pela fé, e não existe fé sem Altar!

Deus os abençoe muito mais!

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: