Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Tesouro Particular 2



Como se deixar a Glória Eterna, o Corpo Espiritual Divino e incorruptível, sair do seio do Deus-Pai e sujeitar-Se ao humilhante corpo humano, terreno e corruptível fosse pouco, Ele ainda foi preso, julgado, condenado, chicoteado, pregado na cruz e morto pelo ser criado e tão amado!

Isaías teve a visão desse dia e escreveu:
“…Ele não tinha aparência nem formosura…”

O martírio imposto ao Criador pela Sua criatura amada não Lhe permitiu ter aparência humana, haja vista, Seu rosto desfigurado pelos chicotes. Por isso, diz:
“..olhamo-Lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse.”

O Criador chegou aos limites do fundo do poço criado pela criatura. Ficou só. Gemeu.

O salmista também viu esse dia, ouviu o clamor de Jesus e registrou profeticamente:

“Salva-me, ó Deus, porque as águas me sobem até à alma.
Estou atolado em profundo lamaçal, que não dá pé; estou nas profundezas das águas, e a corrente me submerge.
Estou cansado de clamar, secou-se-me a garganta; os meus olhos desfalecem de tanto esperar por meu Deus.
São mais que os cabelos de minha cabeça os que, sem razão, me odeiam; são poderosos os meus destruidores, os que com falsos motivos são meus inimigos; por isso, tenho de restituir o que não furtei…”
Salmo 69

Isaías continua relatando sua visão:
“Era desprezado e O mais rejeitado entre os homens; Homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dEle não fizemos caso. Certamente, Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre Si…” Isaías 53.2-4

Esse foi o custo do nosso resgate. Sacrifício, suor e lágrimas foram o preço do resgate da vida de cada participante da Verdadeira Igreja do Senhor Jesus Cristo.

Por conta disso, o Eterno Senhor Deus, de forma singular, exprime Sua alegria chamando a Igreja Redimida de Tesouro Particular.

Jesus compara o Reino dos Céus a um tesouro oculto no campo achado por alguém. Imediatamente, esse alguém, transbordante de alegria, foi e vendeu tudo o que possuía para trocar por aquele campo. Mateus 13.44

Esse “alguém” pode ser você, caro leitor!

A experiência da conquista do Reino dos Céus ou do novo nascimento exige disposição, coragem e determinação para abnegar toda a vida pecaminosa em troca do tesouro imensurável oferecido.

O Senhor Jesus fez justamente o caminho inverso. Deixou toda a Sua Glória e assumiu a maldição do pecado para servir como moeda de resgate dos que querem.

Seria injusto de Sua parte exigir o nosso tudo em troca do TUDO DELE?

Seria injusto Ele exigir que você sacrifique toda sua vida errada em troca do sacrifício que Ele fez por você???

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: