Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Tabernáculos, a Arca e o desejo de Davi de construir o Templo

Enquanto o povo de Israel vagava pelo deserto depois de ter saído da escravidão no Egito rumo à Terra Prometida, Deus orientou ao líder Moisés a construção de um santuário que os acompanhasse, detalhe por detalhe

Por 40 anos, o povo de Israel vagou pelo deserto rumo à Terra Prometida após ser libertado da escravidão no Egito. Nesse período, o povo nômade tinha regras, uma estrutura organizada, tanto quando estavam em movimento como quando estavam acampados.

Moisés, líder espiritual de seu povo, armava uma tenda especial para adoração a Deus fora do acampamento principal, e todos iam ter com ele para buscar ao Senhor. Na pequena cabana de tecido, Deus descia em forma de coluna de nuvem para falar com Moisés. Quando este subiu ao monte Sinai para receber as tábuas com os Dez Mandamentos, recebeu também de Deus as instruções para a construção do Tabernáculo, com regras expressas não só de sua confecção, mas também na forma como seria armado, a estrutura à sua volta e como seria transportado pelo povo nômade. Era uma espécie de templo itinerante feito de tecidos variados, tapeçaria, madeiras nobres e artefatos preciosos, armado no centro do acampamento.

O Tabernáculo era um centro de adoração, um lugar onde o povo poderia focalizar a presença do Senhor. Dessa forma, a pequena barraca fora do acampamento deu lugar a um complexo sagrado no meio das moradias improvisadas no deserto.

Deus descreveu a Moisés os detalhes da construção, inclusive quanto à quantidade e tipos – até mesmo cores – de materiais, que o povo ofertou. Eram tecidos raros de grande beleza, pedras e metais preciosos e, em sua maioria, materiais facilmente encontrados no deserto, como madeiras nativas de grande resistência e peles de animais locais – de criação ou silvestres. Até mesmo o figurino dos sacerdotes e demais trabalhadores foi orientado pelo Senhor, assim como os artefatos e a mobília.

“Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada. E esta é a oferta alçada que recebereis deles: ouro, e prata, e cobre, E azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pelos de cabras, E peles de carneiros tintas de vermelho, e peles de texugos, e madeira de acácia, Azeite para a luz, especiarias para o óleo da unção, e especiarias para o incenso, Pedras de ônix, e pedras de engaste para o éfode e para o peitoral. E me farão um santuário, e habitarei no meio deles. Conforme a tudo o que eu te mostrar para modelo do tabernáculo, e para modelo de todos os seus pertences, assim mesmo o fareis.” Êxodo 25: 1-9

Embora um leitor da Bíblia completamente leigo tenha a tendência de localizar Jesus Cristo somente no que diz respeito ao Novo Testamento, o Messias já está previsto desde o início do Antigo Testamento. O próprio tabernáculo acaba sendo uma alusão clara a ele e à forma de contato do homem com Deus. Se pegarmos um desenho, uma “planta baixa” da tenda, vemos que os artefatos estão dispostos em forma de cruz, tendo acima dela a presença de Deus (na Arca da Aliança).

O Tabernáculo devia sempre ser erguido com sua entrada voltada para o oriente. Era uma grande tenda, como um grande galpão, chamado de Santo Lugar. Dentro dele, o  Santo dos Santos era uma pequena divisão reservada somente ao sumo sacerdote, onde ele falaria pessoalmente com Deus, protegido por um véu, cuja entrada estaria virada para o ocidente. Nele ficaria a Arca da Aliança, contendo as tábuas dos Dez Mandamentos dadas a Moisés (uma cópia lavrada por ele mesmo), um pouco de maná (alimento mandado por Deus dos céus para o povo no deserto) e a vara de Arão que florescera (Números 17. 6-9).

Conforme dita o livro de Êxodo em seu capítulo 25, nos versículos 10 a 22, Deus orientou a Moisés sobre a confecção da Arca da Aliança. O Propiciatório, que ficava em cima da Arca como se fosse sua tampa, trazia dois querubins de ouro voltados um para o outro, entre os quais Deus falaria a Moisés acerca de tudo o que ordenasse para seu povo. Assim como a Arca, o Senhor detalhou sobre o mobiliário do Tabernáculo e peças importantes como o Menorá, grande candelabro de ouro com sete luminárias a óleo que iluminaria o Santo dos Santos, que não tinha qualquer janela ou outra fenda por onde entrasse a luz, em que somente o sumo sacerdote entrava.

Graus de intimidade

Para o professor, teólogo e arqueólogo Rodrigo Silva, do Museu de Arqueologia Bíblica Paulo Bork, no município paulista de Engenheiro Coelho, a disposição física do Tabernáculo mostra os “graus de intimidade” do homem com Deus. Rodrigo também compartilha da opinião de que o próprio Jesus Cristo estava presente em todas as representações do templo itinerante.

Pátio Externo – Um aspecto interessante é que o Tabernáculo tinha apenas um lugar para entrada e saída, o portão principal voltado sempre para o leste, que dava acesso ao pátio externo. Assim como mostra a Bíblia, o próprio Jesus afirma:

“Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. Entrará e sairá, e encontrará pastagem.” João 10. 9

No pátio externo, totalmente descoberto, todos podiam entrar. A primeira estrutura encontrada era o altar de sacrifícios. Quando os animais oferecidos eram queimados, o ato simbolizava a expiação dos pecados. Morriam ali o pecado  e as vontades meramente humanas, para renascer um homem puro. A fumaça que se desprendia do sacrifício subia aos céus:

“Depois queime o cordeiro inteiro sobre o altar; é holocausto dedicado ao Senhor; é oferta de aroma agradável dedicada ao Senhor, preparada no fogo.” Êxodo 29. 18

Logo depois, a pia em que os sacerdotes se lavavam após os sacrifícios e antes de entrar no Lugar Santo. Com forte simbolismo de purificação, nela eram lavados os pecados, publicamente.

Partindo da relação do grau de intimidade com Deus, citada por Rodrigo Silva, o pátio é o primeiro passo, uma experiência fundamental, sem a qual o homem não pode começar um relacionamento verdadeiro com o Senhor.

Lugar Santo – Logo depois da pia, havia a abertura para a tenda propriamente dita: a entrada do Santo Lugar. Somente os sacerdotes podiam entrar nele. Ali, os três artefatos de mobília eram de ouro puro, ou de madeira nobre adornada com o metal dourado. O ouro, para a cultura judaica, simboliza não somente a riqueza que primeiramente se percebe, mas também o caráter da eternidade de Deus, pela durabilidade do raro elemento mineral.

À direita de quem entrasse, a Mesa de Pães. Nela, doze discos de pão ázimo (sem fermento, pois o mesmo simbolizava o pecado para os judeus) eram colocados em duas pilhas de seis. Simbolizavam que Deus não deixaria de prover o alimento para as doze tribos de Israel, mas também a própria Palavra de Deus, por meio da qual Ele alimenta nosso espírito. Mais tarde, Jesus faria  referência dele mesmo como o “Pão da Vida”.

Do lado oposto à mesa, o Menorá, grande candelabro de ouro com sete luminárias a óleo, utilizado até hoje pelos judeus tanto em grandes formatos quanto pequenos, com velas. Tinha a função de representar a presença de Deus, a luz da própria vida nEle, assim como iluminava o Santo Lugar, que não tinha janelas ou outra abertura por onde entrasse claridade. Os próprios sacerdotes eram os únicos que abasteciam o Menorá de óleo, mantendo-o sempre aceso.

Logo depois do Menorá e da Mesa de Pães estava o Altar de Incenso, no meio, de frente para a porta do Santo Lugar. Nele os sacerdotes oravam a Deus e acendiam os incensos, simbolizando as súplicas e orações que subiam aos céus, a Deus. Este contato mais próximo é um degrau a mais na intimidade com Deus, em que os sacerdotes levavam as súplicas dos fiéis ao Pai.

Santo dos Santos – O cerne de todo o Tabernáculo era o lugar no qual somente o sumo-sacerdote podia entrar, para um contato direto com Deus. Com a entrada protegida pelo véu, o líder dos sacerdotes conversava com o Senhor, depois passando a seus subordinados o assunto.

No claustro do Santo dos Santos estava encerrada a Arca da Aliança, objeto sagrado somente tocado pelos sacerdotes. Em seu interior, as tábuas dos Dez Mandamentos que Moisés lavrara orientado por Deus (a Palavra Divina), um bocado do maná que foi dado como alimento ao povo no deserto pela primeira vez (a provisão que nunca faltava) e a vara de Arão que florescera (o reconhecimento de Deus da autoridade conferida a alguém, comprovando que é a vontade dEle).

Sobre a Arca, o Propiciatório, grande prancha posicionada como a tampa do baú, com duas imagens de querubins voltadas uma para a outra com as asas esticadas, entre os quais Deus se posicionava para falar ao sacerdote.

“O véu não tinha uma função de bloqueio entre o homem e Deus”, diz Rodrigo Silva. Era uma forma de proteger o homem do contato mais próximo, que o ser humano ainda não tinha capacidade para entender. “Não era Deus se ocultando, como se brincasse de esconde-esconde. Era um jeito de Ele se revelar ao homem sem o destruir com Sua glória, que olhos humanos não têm a capacidade para enxergar. Era mais como um filtro, e não como uma barreira. Mas tal obstáculo se desfez com a vinda de Cristo e seu sacrifício por nós. Por isso falalamos que ‘o véu se rasgou’ e agora o homem não depende de sacerdotes para ter o contato direto com Deus”, explica o arqueólogo.

A doutrina do santuário

A palavra Tabernáculo, em sua origem, quer dizer morada, habitação. Deus habitando entre os homens.

Antes, erguiam-se altares para sacrifício e oração, que eram deixados e reerguidos na próxima parada do povo nômade de Israel. O Tabernáculo é a primeira referência de um santuário propriamente dito após o próprio Éden, quando o homem tinha contato direto com o Senhor, mas o perdeu pela desobediência.

O Tabernáculo já era um princípío da reconciliação entre o Senhor e o homem, mais tarde corroborada por Cristo. Rodrigo Silva resume bem tudo o que foi explicado até agora sobre o Tabernáculo. “A Palavra diz que Jesus veio ‘tabernacular’ entre os homens; era Deus habitando entre nós em carne. Toda a conformação do santuário itinerante em forma de tenda tinha elementos que antecipavam a vinda de Cristo em todos os seus significados, além da evidente forma de cruz em que os móveis e artefatos eram dispostos quando vistos de cima. Se uma pessoa entende a doutrina do santuário, a forma como ele era feito e como funcionava, é capaz de entender o sentido de toda a Bíblia, de Gênesis ao Apocalipse. Parece complicado quando se olha o todo, mas essa simples relação revela o que Deus quer do homem e o que tem reservado para ele.”

O desejo de Davi

Desde o Egito até a Terra Prometida, o povo de Israel vagou pelo deserto acampando em torno de seu santuário portátil. O Tabernáculo era montado e, ao redor dele, as tribos eram dispostas em acampamento.

Quando Israel já tinha o seu lugar fixo, suas cidades propriamente ditas, em Jerusalém o então monarca ungido por Deus, Davi, nutriu em seu coração o desejo de construir um grande templo, um magnífico edifício para o que ele achava ser a morada de Deus entre seu povo.

Como Davi era em sua essência um guerreiro, portanto já tendo matado milhares em combate por seu povo, Deus não permitiu que ele construísse o tão almejado templo. Mas, atendendo aos insistentes desejos do coração do rei, o Senhor lhe disse que ele próprio não construiria, mas seu filho e sucessor no trono. No entanto, permitiu que Davi começasse a armazenar material para a futura edificação, tranquilizando o monarca. De fato, Salomão, filho de Davi, foi o realizador da obra que até hoje é reverenciada pelo povo judeu, mesmo após ter sido destruída.

O Tabernáculo nasceu diretamente da vontade de Deus, conforme orientado a Moisés. “Muitos acham que Moisés inovou, chamado por Deus para construir o Tabernáculo e elaborar costumes para a adoração”, alega Rodrigo Silva, “mas na verdade Deus usou o líder que orientava o povo de Israel pelo deserto para recuperar uma tradição que corria o risco de cair, de sumir, fazendo com que o santuário fosse construído e mostrasse a todo momento a presença dEle”, explica o especialista. Já o templo, segundo o professor, partiu da vontade de Davi, uma intenção do coração do rei, que Deus autorizou, atendendo o pedido de seu ungido, mesmo que um dia viesse a ser construído por seu sucessor.

“Quando Hirão, rei de Tiro, soube que Salomão tinha sido ungido rei, mandou seus conselheiros a Salomão, pois sempre tinha sido amigo leal de Davi.
Salomão enviou esta mensagem a Hirão: ‘Tu bem sabes que foi por causa das guerras travadas de todos os lados contra meu pai Davi que ele não pôde construir um templo em honra do nome do Senhor, o seu Deus, até que o Senhor pusesse os seus inimigos debaixo dos seus pés. Mas agora o Senhor, o meu Deus, concedeu-me paz em todas as fronteiras, e não tenho que enfrentar nem inimigos nem calamidades. Pretendo, por isso, construir um templo em honra do nome do Senhor, do meu Deus, conforme o Senhor disse a meu pai Davi: ‘O seu filho, a quem colocarei no trono em seu lugar, construirá o templo em honra do meu nome’.” I Reis 1. 1-5

Veja também:

Reunião de Lançamento da Pedra Fundamental

Milagre do Templo

Judeus e cristãos unidos na construção do Templo

O Templo

Notícia da construção repercute pelo mundo

Projeto do Templo da IURD

Suor, sangue e lágrimas

Lançamento da pedra fundamental do Templo – Fotos

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

  • mylena

    bispo sou muito feliz estou fazendo jejum de daniel de21 dia meu a vo bebia parol de bebe e esta da igreja firme e forte estou no 3 ano meu pai tambe esta fazendo o jejun de daniel sou muito feliz com minha familia e com deus sou da igreja eu e minha familia

  • Neuza

    Aula maravilhosa e importante para aqueles que tem interesse nas “coisas” de Deus, até porque na Igreja não há tempo suficiente p/ tanta explicação, com tantos detalhes. Graças a este blog podemos ter acesso a tantas coisas sobre a Bíblia Sagrada, p/ maior conhecimento.

  • Fernanda

    O Profº Rodrigo Silva sempre surpreende com suas exposições e desta vez não foi diferente ao falar sobre o templo.

    Parabéns Bispo pela iniciativa. É sempre bom aprendermos mais sobre a palavra de Deus. A vida é um constante aprendizado.

  • Vanius Dias

    Muito boa a materia! Esse professor Rodrigo Silva realmente tem muito conhecimento para compartilhar!

    Que Deus nos ajude a compreender cada vez mais as maravilhosas verdades contidas na Bíblia.

    Abraços!!!

  • Simone Almeida da Silva Cruz

    Bispo, boa noite!
    que o Senhor Jesus venha sempre a todo instante iluminar o senhor, tenho o senhor bispo, como o segundo Moisés de hoje a guiar o povo escolhido por Deus a estar confiante a cada dia no Deus eterno e soberano que tudo pode e que restaura o ferido,livra do cativeiro aquele que é preso pelo diabo e nos leva a um caminho eterno com o Senhor Jesus .O Senhor Jesus sabe do que estou falando, porque se não fosse o Deus que é adorado na na Igreja Universal não estaria viva.

  • Fábio Machado

    É um grande aprendizado espiritual, serve para fortalecer ainda mais a nossa fé. Saber que falta pouco para se levantar o Tabernáculo do nosso Deus é demais.

  • Carmen.

    Muito legal !!!

  • Rosângela da Silva

    Boa noite,Bispo. Sabe, fico muito feliz em conhecer um Deus tão maravilhoso. Me dá um êxtase na alma, só de imaginar que um dia vou estar com Ele na Sua glória. Eu amo o meu Deus,e a minha vida está em Suas mãos.
    Esse Templo, tenho certeza, foi inspiração divina, colocada no coração do senhor, e não tem nada e ninguém que poderá impedir essa obra, porque vem de Deus. A honra,a glória,o poder e a majestade, ao Rei Jesus. Muitas almas serão ganhas para o reino de Deus. Amém. Já era, diabo!

  • Eduardo

    Bispo, que lição de espiritualidade, isto só vem a somar a minha fé.
    Não vejo a hora da inauguração do templo.
    Que o SENHOR JESUS ilumine esta obra.

  • Carmem Tenorio

    Boa noite, bispo!
    Que maravilha! É a construção desse Templo. Tenho absoluta certeza de que Deus escolheu o bispo Macedo para construir esse admirável empreendimento, que é a realização desse sonho, para muita gente. Que Deus abençoe a todos!

  • Francisca Ferreira Filha

    Bispo, este templo é muito lindo, fico muito feliz em saber que o Senhor Jesus dá tanta inspiração e sabedoria, é muito forte, estou maravilhada com a construção deste templo.

  • Teresa Cristina M. de Carvalho - Bahia

    DEUS É DEUS, BISPO MACEDO E O RESTO É CONVERSA FIADA.
    QUANDO O NOSSO DEUS SOBERANO, EXALTADO, GRANDIOSO… QUER É ASSIM.
    ELE TRAZ A EXISTÊNCIA O QUE NÃO EXISTE. É MUITO FORTE!
    QUE O ESPÍRITO SANTO CONTINUE ABENÇOANDO O SENHOR A CADA INSTANTE BISPO MACEDO, PARA QUE O SENHOR CONTINUE A NOS INJETAR ATRAVÉS DA PALAVRA DE DEUS A FÉ SOBRENATURAL. E QUE ASSIM COMO DEUS USOU MOISÉS PARA CONDUZIR O POVO DE DEUS À TERRA PROMETIDA, QUE USE O SENHOR TAMBÉM PARA NOS CONDUZIR A SALVAÇÃO ETERNA ATRAVÉS DA FÉ.

  • Stella

    Bispo, é muito forte!
    Aos olhos naturais, parece uma história das arábias, mas quem está em espírito percebe a grandeza do nosso Deus.

  • Ines Casagrande

    Boa Noite Bispo! Que alegria receber suas mensagens que cada vez mais nos edificam na presença de Deus. Depois do dia 08/agosto tudo mudou na minha vida; sinto-me mais forte e guerreira na fé! Tenho certeza absoluta que Deus está com o senhor nesta grande batalha e a VITÓRIA é certa, vai arrebentar! A vitória da família UNIVERSAL !!!!

  • Ana de Lourdes

    Que a luz do Senhor venha brilhar sobre a cabeça do líder de nossa igreja, o bp Macedo, obrigado por nos levar ao verdadeiro encontro com DEUS, este templo será um grande testemunho da FÉ dos cristãos da IURD no Brasil e no mundo, obrigado.

  • Welton de Sousa Carvalho

    Contra fatos não há argumentos, o homem de Deus executa a obra Dele.
    É questão de fé e coragem, é isso mesmo, quem crê vê com os olhos da fé.

  • Ma Aparecida Lopes Pimenta

    Meu DEUS somos muito pequenos para entender a grandeza, é muito forte.

  • Carlos Monteiro

    Obrigado por td!!!

  • Regina Idelmar Uchoa Jorge

    Olá Bispo, tenha uma semana repleta de sucessos e tb. de muitas pessoas valentes para ajudar mais e mais nesse pedido que Deus fez ao Sr.
    Que eu tenho certeza disso que é a construção desse TEMPLO, agora é o tempo que Deus pediu, se não teria sido antes, vamos nessa fé amigo querido, que já deu tudo mais que certo. Fika com Deus.

  • Cristiane Rosa de Oliveira

    Bom Dia Bispo,
    Eu só tenho que te agradecer por tudo que você tem feito e faz pelo povo todo em todo o mundo, o meu maior sonho é ver todos do mundo, todo salvos pela misericórdia de Deus.
    E sei que esta é a vontade de Deus, Ele nos ama como um pai ama o filho, mesmo que ele tenha sido desobediente, pois Deus sabe que não somos perfeitos, mas todos os dias nós lutamos para melhorarmos. Muito Obrigado e Deus o abençoe cada dia mais e conte com minha ajuda sempre!!!!

  • Lisete Patricio/SB0/SP

    Bispo Macedo,

    Muito forte !!!

    Quanta riqueza de detalhes …. nosso Deus é digno de Toda Honra, Glória e Louvor e o Sr., Bispo Macedo foi mais uma vez escolhido para estar a frente deste projeto maravilhoso idealizado por Deus que será construído pelos servos do Altíssimo !
    E TODOS (até mesmo nossos irmaus) que ali chegarem, verão resplandecer neste lugar o PODER do Deus VIVO !

    Que o Senhor Teu Deus te abençoe e te guarde, Bispo Macedo, HOMEM VALENTE

  • Jussara Rosendo

    Sem palavras!!!
    Deus é tremendo.

  • Paully Santos

    Nós somos sucessores de Davi, e Deus está nos autorizando a construir o Seu templo. Não há duvida de que o que está no coração do Bp.Macedo é um querer que o proprio Deus fez nascer; nós que fazemos parte dessa nação de fé já estamos contagiados também por esse desejo e o nosso Deus, o mesmo que colocou o querer nós dará a condição de realizar. Para Sua honra e glória!

    Paully Santos
    Amélia Rodrigues- Ba

  • Anderson Luiz Esteves de Moraes

    BISPO, BOM DIA.

    EU VEJO A CONSTRUÇÃO DO TEMPLO DE SALOMÃO UM SINAL DA VOLTA DO SENHOR JESUS, POR QUE ISSO MOSTRA PRINCIPALMENTE PARA O POVO JUDEU UM SEGUINTE RECADO, AQUELE POVO QUE SEGUE O MEU FILHO ESTÃO CONSTRUINDO O QUE VOCÊS A SÉCULOS NÃO CONSEGUIRAM CONSTRUIR.

    EU TENHO CERTEZA QUE MUITOS JUDEOS E EVANGÉLICOS QUE NOS CRITICAM VÃO SE CURVAR AO DEUS DA IURD…. PORQUE LÁ DENTRO DO TEMPLO VÃO APRENDER A PRATICAR A FÉ PURA, FÉ COM INTELIGENCIA FÉ. ISSO É DEUS.

  • Rosemary B. de Almeida Alves

    É bispo, agora é sua vez de erguer o templo!
    E nós nos orgulhamos espiritualmente falando, de ter um segundo Moisés conosco.
    Estamos juntos nessa construção, DEUS é quem está na direção,que Ele possa te encher mais e mais da visão dEle e de tudo que o senhor venha precisar, para que tão logo possamos estar adorando a esse grande DEUS no templo.

  • Catarino Blanco

    Bispo nos estamos nessa fé.
    Que tudo vai dar certo para a construção do Templo de Deus, ninguém pode impedir a construção porque o Senhor é um homem de Deus, que Deus abençoe o senhor e tudo a família Universal.

  • PAULA (Brás)

    Bp. é um pouco difícil entender os detalhes, tem q ler com calma, só peço s Deus q dê muitos anos de vida ao Sr. Bp. e toda sua família; com muita saúde em nome do Senhor Jesus! Q contemplem todos esses detalhes feitos no Templo de Salomão; afinal de contas o Sr. é o q mais desejou fazer aqui no Brás e muitos o criticaram, e tem mais, q não seja um sucessor pra terminar à Obra, e sim o Sr. Bp. pra ver até o fim e morar aqui no Brás pertinho de nós; aguardamos a sua vinda Bp. com D. Ester! Um abraço!

  • Kariny

    Bom dia bispo!!!!!!!!!
    É uma bênção, poder ver a maravilhosa gradeza e beleza do nosso DEUS

    ABRAÇOS
    DEUS E CONOSCO!!!!!!

  • Boaventura Jonas (Maputo Moç)

    É muito forte, encheu Deus a Maria,com o seu Espírito Santo e gerou um filho chamado Jesus, antes de ela se casar com José seu noivo. Mas antes o Senhor fez com que Isabel, já velha de idade, gerar um filho chamado João com missão de abrir o caminho para o Messias. O mesmo Deus será connosco, como foi com Salomão, para a construção do Templo do Senhor em S.Paulo no Brasil.
    Deus abençoe o Senhor Bispo e a igreja

  • Emerson em Pernambuco

    Tá ligado bispo! Já arrebentou! E tanto Deus quanto o Senhor pode contar conosco nessa Obra maravilhosa. Estamos com o Senhor e não abrimos pro diabo!!!!!!!!!

  • Jander lisboa

    É um prazer ler essas maravilhas, assim também como seria bom nós termos como compartilhar com outra pessoas.

  • Cesar Alves - Feira de Santana - Ba

    Enquanto o mundo corre atrás de dinheiro, fama, bens materiais, de dívidas, de segurança, de felicidade. A obra da IURD reascende a cada dia a chama do Deus vivo, avança em direção das coisas de Deus, creio ser a única no mundo em se preocupar nisto, na busca de refrigério de alma, de salvação de almas, para a chegada do Reino de Deus….

  • Cremilda

    Oi Bispo, estou maravilhada com este templo que está sendo construido, não tenho nem muitas palavras, já esta sendo comentado em todo lugar, eu tenho certeza que vão ser ganhas muitas almas para Jesus, que Deus abençoe o senhor.

  • Kelly Carvalho

    Bom Dia Bispo, essa direção realmente vem de Deus é só ver a alegria do povo ao saber que vai ser construido o templo da glória de Deus aqui no Brasil, já vem acontecendo grandes milagres antes mesmo de ser erguido.
    Pode contar com todos nós Bispo, para que essa maravilha seja erguida o mais rápido possível, vamos arrebentar!
    Sempre na Fé!

  • Claudia Magalhães

    Bom Dia.
    Bispo,
    Lendo o texto acima exposto, nosso Deus é soberano, porém detalhista. Sabe bispo: – eu tenho observado esses detalhes na bíblia e vejo como Deus é um verdadeiro administrador, para cada coisa há um detalhe especial. nas cores, nas flores e em toda sua criação. Qdo o home se coloca na direção de Deus tudo flui e as bençãos o acompanha.
    Claudia (Rio de Janeiro)

  • Ricardo

    Bom dia, Bispo.
    Apesar de não ser da área sou um amante de História. Sobretudo aquelas que demonstram a grandeza da união dos homens; o desejo de liberdade e o grito de justiça depois de anos de exploração. E ao conhecer a História do povo de Deus não foi diferente.
    Bispo, agradeço a Deus pela oportunidade de termos este canal e conhecermos que desde o antigo testamento Deus, já sinalizava a vinda do seu Filho.
    O Espírito Santo já tem se manifestado e se manifestará de forma gloriosa com este Templo.

  • Rubens Rodrigues

    Que o Templo seja objeto de reconexão entre gentios e Israel, como escrito em Efésios 2. Que com sua construção, o elemento judeu possa fazer parte novamente da igreja e, assim, a verdadeira identidade cristã possa ser restaurada, ou seja, sua raíz judaica de nosso Messias judeu!

    Um significado mais profundo para Tabernáculo: D’us revelado! Hoje isso é possível para todos pelo Eterno Sumo-Sacerdote, Yeshua HaMashiach (Jesus Cristo).

    Shalom e oro sempre pela IURD. Amo vocês.

  • André

    RS.RS.RS EU ESTOU RINDO BISPO SABE POR QUÊ?
    PORQUE O TEMPLO SERÁ ERGUIDO NO MESMO ANO DA COPA E NINGUÉM VAI SE LEMBRAR DE COPA PORQUE A GLÓRIA DESSE TEMPLO VAI SER UMA COISA INEXPLICAVEL, COMO PODE? ALGO QUE SE FALAVA SÓ NAS PREGAÇÕES E O PRÓPIO DEUS FEZ O SR NÃO SOMENTE PREGAR, MAS VIVER, COMO ESTAMOS NA MESMA FÉ QUANDO EU SOUBE DESSA IDÉIA DESSA REVELAÇÃO DO ESPIRITO SANTO EU FIKEI FORA DE MIM, FIKEI IGUAL A RAINHA QUE VIU AS RIQUEZAS DO REI SALOMÃO. RS VAI ARREBENTAR. FORTE ABRAÇO

  • Flavio Machado

    EU NÃO TENHO COMO DESCREVER UM BLOG COMO ESSE, LINDO DEMAIS, COISAS QUE VEM DO ALTO MESMO

  • Akemi

    Como é maravilhoso ler e poder contemplar a beleza do Templo do Nosso Deus, Glorioso.

    Um abraço bispo!

    Conte comigo!

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: