2

 

Um comportamento verdadeiramente feminino não significa sempre concordar com o marido. Às vezes é necessário discordar fortemente, dependendo da situação. A feminilidade da mulher não abre mão da sua inteligência, racionalidade e capacidade de argumentar uma opinião digna.

Em um casamento blindado, uma esposa FORTE é um recurso valioso para o marido. Ela pode oferecer um feedback iluminador, ajudá-lo a considerar um lado do assunto que ele não havia notado, e até repreendê-lo respeitosamente quando ele está errado. Isso sem diminui-lo nem perder seu lado feminino.

Já a mulher dominadora quer mandar no marido. Pode até conseguir as coisas do jeito dela, mas ao mesmo tempo irá ressentir a falta de masculinidade do homem que ela mesma castrou. Ela é uma mulher em conflito consigo mesma: enquanto gosta do poder que exerce sobre o homem, no fundo o acha um banana por aceitar o tratamento que ela lhe dá.

 

 

Veja também:

Compartilhe!


Envie para um amigo por :