5

 

Não podemos viver por ânimo nem por desânimo. Viver assim resulta numa vida de altos e baixos — mais baixos do que altos, na verdade.

Quantas vezes você não sentiu ânimo de levantar de manhã e trabalhar, ir para a escola etc. – mas foi? Naquele momento, você venceu seu desânimo e agiu sem ânimo mesmo. Você foi porque tinha que ir, tinha que fazer, senão… consequências.

Ignore seu desânimo e simplesmente faça o que tem que fazer. O ânimo costuma vir logo depois. Mas se não vier, aprenda a seguir sem ele.

 

Veja também:

Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…

Compartilhe!


Envie para um amigo por :