Blog

Esses dias, acidentalmente, conheci uma leitora assídua dos posts aqui no blog! Fiquei tão feliz!! Eu estava conversando com ela, quando perguntei sobre os seus estudos e seus planos futuros. Foi quando ela me deu uma resposta que cortou o meu coração! Sinceramente, fiquei triste, pois um dia pensei como ela! Palavras da jovem: “Ah Quel, eu não ligo muito para os meus estudos… Quero casar com um pastor. Quero fazer a obra no altar.”

Quando ouvi isso, confesso que fiquei um pouco sem reação. Não sabia como orientá-la, nem sabia se ela ia ouvir a minha orientação! Afinal, ela não veio me perguntar nada! Eu é que perguntei a ela! Mas fiquei pensando sobre isso por alguns dias e decidi expor aqui a opinião que tenho hoje, porque nem sempre foi essa!

Um dia, há uns anos, minha mãe me falou algo muito forte, que nunca mais esqueci! Quando Davi foi chamado para ser rei de Israel, onde ele se encontrava? Davi estava entre as ovelhas, cheirando mal, fazendo o que ele deveria fazer. Ele estava se esforçando, lutando, trabalhando. Ele estava se dedicando àquilo que no momento estava confiado em suas mãos. Davi não estava entre seus irmãos, mostrando para quem quer que seja que ele era corajoso, que tinha atributos consideráveis para ser um rei. Ele não estava querendo mostrar para o homem, e se for parar para pensar, nem querendo mostrar para Deus! Davi apenas fazia o seu melhor e o seu tudo por aquilo que lhe foi confiado.

Amiga, talvez você seja uma moça e fica o dia inteiro “enfiada” dentro da sua igreja. Você passa o fim de semana inteiro se dedicando às coisas da igreja enquanto nem sequer arruma o seu próprio quarto! Deus que te livre se a esposa do seu pastor entrar um dia na sua casa (de surpresa) e resolver “checar” as gavetas do seu armário! Ou quem sabe dar uma olhadinha nas suas notas da escola! Seria uma vergonha para você! Porque enquanto você deveria estar estudando ou fazendo as suas coisas, você está aonde? Na igreja. Chega sábado, você está na igreja. Você não sabe separar as coisas. Não tira um tempo para a sua família. Não tira um tempo para cuidar de si mesma. Domingo, você já fica o dia inteiro na igreja e é incapaz de dar uma atenção aos seus familiares (que se duvidar nem convertidos são!). Durante a semana, todos os dias na igreja e se deixasse você dormia na igreja! Pareço sua mãe falando? Pois um dia a minha me falou exatamente isso! E como agradeço! Abriu minha visão!

Você quer fazer a obra no altar, mas é um mal exemplo no átrio? Como pode? Você quer ser esposa de pastor e servi-lo no que precisar no seu ministério, mas não é capaz nem de lavar uma louça para sua mãe ou fazer as tarefas da escola? Mas fique sabendo, amiga, que se um dia você se casar com um pastor, você será uma péssima esposa e uma péssima auxiliadora!

Se você não faz o certo no átrio, o que garante que você fará o certo no altar? “Ah Quel, mas eu amo o altar! Logicamente que como esposa de pastor eu faria diferente!”. Não! Você não faria! Sabe por que não? Você será no altar o que você é no átrio. Olhe para Davi! Ele fazia o melhor pelas ovelhas! Era capaz de entregar a sua própria vida por elas, e foi por ele ser excelente no que ele fazia que Deus lhe proporcionou algo muito maior!! Ele foi com o seu reino, o que foi com as ovelhas! Davi era disposto a dar a sua vida pelo povo como um dia esteve disposto a dar a sua vida pelas suas ovelhas!

Amiga, entenda, Davi não se escolheu, nem o homem o escolheu. O próprio Deus o escolheu! Muitas vezes você pensa: “Poxa Quel, mas se eu não ficar lá na igreja, mostrando ‘serviço’ ninguém nunca vai olhar para mim!”. Mentira!! Olhe para Davi!! Onde ele estava quando Deus o chamou para ser rei? Ele estava no meio das ovelhas, lá no campo, suando em baixo do sol, longe de tudo e de todos. Ele estava lá, dando o seu melhor. Fazendo o que deveria fazer. E DEUS o chamou! Até mesmo o pai de Davi havia se esquecido dele, mas Deus não!

Amiga, se você realmente quer fazer a obra de Deus no altar, não queira entrar pela janela. Não force. Não queira mostrar serviço quando na verdade você não é aquilo que mostra ser. Porque muitas vezes você faz mais para o pastor da sua igreja do que para os da sua própria casa! “Não Quel, você fala assim porque você não conhece os meus familiares! Eles são perturbados!”. Tudo bem! Mas você é igual a eles? Imagine se um dia você enfim se casa com um pastor. Como seus familiares olharão para você? Será que eles vão pensar: “Olha, não concordo com a decisão de Fulana, mas tenho que admitir que ela não me deu motivos nenhum para eu falar nada! Ela sempre foi um exemplo aqui em casa!”. Ou será que eles vão pensar o seguinte: “O que?! Fulana é esposa de pastor?! Nossa!! Imagino como deve ser a igreja que ela cuida! Não cuidava nem do quarto, quem dirá de uma igreja!” Amiga, olhe para os exemplos que deram certo!! Use a sua cabeça!

Paulo, que outrora era Saulo, foi chamado por Deus para pregar para os gentios. Você sabia que Paulo era uma pessoa extremamente culta? Ele era um homem inteligentíssimo! Deus o chamou porque havia uma necessidade por pessoas com o perfil dele para pregar para pessoas cultas como ele. Você quer entregar tudo o que você tem ou poderia ter pela opção de não ter nada para simplesmente não acrescentar a obra de Deus em nada? Não, amiga! Você tem que ter o que abdicar para ir para o altar. Isso é sacrifício! Pare de ficar na sua igreja como se fosse um pastor lá dentro. Você não é! Sabia que você perde o valor quando você age assim? Amiga! Se dê valor! Vá investir em você, porque dessa forma esteja certa que você estará investido no altar! Olhe para Davi! Cuide bem dos livros e dedique-se a eles enquanto estão nas suas mãos. Cuidar do altar um dia, será simplesmente o reflexo do que você já faz hoje.

Deus só vai lhe entregar um reino quando você estiver disposto a entregar-se por Suas ovelhas. Faça a diferença no átrio e certamente você fará a diferença no altar. Entenda, não é opção sua ir para o altar, é opção do Altar querer que você O sirva ali. Pense nisso!

Colaborou: Raquel Delatorre

Participe! Deixe seu comentário sobre este post