Blog

Cada dia de quimioterapia, um sofrimento. No hospital que eu realizava a quimio, tinha muita gente como eu. Uns estavam bem, outros estavam morrendo. Vi muita gente morrer em minha frente ou mesmo fiquei sabendo que morreu por algum enfermeiro. Crianças sofrendo, pais chorando, a dor por todo lado. O diabo reina nesses lugares e eu que um dia fui usada por Deus, expulsava-os das pessoas, não consigo expulsa-lo da minha vida.

 

Um dia senti muita falta de ar. Não consegui nem gritar, tinha uma colher perto de mim eu a joguei com o restante de força dos meus braços em direção ao corredor. A Bá veio correndo e ficou desesperada. Eu já estava ficando roxa. Ficar sem ar é algo horrível. A agonia de querer respirar e não conseguir. Puxar o ar e ele não vir. Ela gritou e meu pai veio correndo. Me pegou no colo e me segurou em seus braços. Minha mãe pegou as chaves do carro, a Bá abriu o portão e quando vi já estava na cama do hospital recebendo oxigênio.

Vi meu pai saindo pela porta chorando. Minha mãe segurando o aparelho de oxigênio em meu rosto. Seu olhar era de toda tristeza do mundo. Eu sabia que se ela pudesse estaria no meu lugar para me dar a vida de novo. Me sentia bem quando ela estava ao meu lado porque os demônios sumiam, mas quando ela não estava, eles ficavam ao meu redor só esperando a minha morte, como fizeram com a menina do hospital.

Meu médico entrou e pediu novos exames. Foi tudo rápido. Eu não fui  para casa, fiquei para receber sangue…

Ouvi a Bá ligando para alguém pedindo que arrumasse pessoas para a doação. É que quando se usa o sangue do hospital deve-se repor, assim nunca vai faltar.

Sei que o primo dela e a sobrinha tem o mesmo tipo de sangue que o meu. Minha mãe e minhas duas tias também. Eles vieram no dia seguinte.

Fiquei mais dois dias no hospital. Sonhei que estava morrendo e que vultos escuros vieram me buscar. Novamente o desespero tomou conta da minha alma. Eu tinha vontade de chorar, mas não tinha forças, as lágrimas apenas caíam sem parar sobre meu rosto, molhando todo o travesseiro. Estava sem forças para me levantar, para falar, sem forças para viver. Sabia que a morte estava chegando e que eu iria para o inferno. Quanto desespero! Quanta dor! A agonia toma conta do nosso ser de uma forma que se eu pudesse me mataria ali naquela hora. Mas se eu me matar vou para o inferno mais rápido. Se de repente alguém errasse o remédio, então eu não estaria me matando, mas mesmo assim minha alma não estaria salva.

– Meu Deus o que eu faço?

 

Três dias internada. Recebi alta. Fui para casa. Bá fez sopa de letrinhas. Ela brincava comigo dando o macarrão e falando as letrinhas que estavam na pequena colher. Tinha mais água do que macarrão. De repente senti um gosto de sangue na boca. Minha gengiva começou a sangrar… eu estava apodrecendo…

O cheiro do meu quarto, nem com todo desinfetante do mundo tirava o fedor de morte. Um cheiro de podre… era eu…

Minha mãe me limpava com um pano o tempo todo. Passava creme hidratante na pele por causa do ressecamento. Mesmo assim eu fedia.

Vocês devem se perguntar do Felipe. Ele me deixou na primeira semana da quimioterapia. Disse que não iria suportar me ver sofrer. Um covarde que de fato não me amava. Foi usado só para me tirar da presença de Deus. Ele está namorando com outra menina. A casa onde iríamos morar agora é dela. Os móveis, ele vendeu e me deu uma parte do valor. Minha mãe compra remédios com esse dinheiro.

 

Dia de consulta. Coloquei o lenço azul, com uma blusinha azul clara e uma saia preta. Minha perna estava só osso e uma pele caída por cima dele, um horror. O calçado era uma rasteirinha rosa.  Eu passei batom, mas já não tinha lábios, apenas um risco como boca. Me perfumei com um cheiro maravilhoso de flores. Devia estar me preparando para o caixão…

Capítulo 12

 

Méuri Luiza

 

Colaborou: Meuri Luiza

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

  • jéssica

    é incrivel ao ponto que uma pessoa chega quando se volta contra Deus, é por isso que devemos olhar só para ele

    • Meuri

      Isso mesmo Jéssica. Quando olhamos pra Deus esquecemos do que o mundo nos oferece.

  • Andréia Moreno

    A história de Marina serve para nos alertar dos sintomas que surgem em nossas vidas (falta de temor, sentimentalismo, ansiedade, complexos…) simplesmente para abalar nossa fé e abrir as portar para o mal. Se agirmos logo não iremos ao fundo do poço, porque estando lá é bem mais difícil para se erguer.
    Parabéns por esse projeto D. Meuri…é bem estimulante e edificante.
    Abraços.

    • Meuri

      Deus te abençoe Andreia.

  • iana-ac

    A dor veio em mim agora, pois minha mae, faleceu desta forma horrivel, e o pior eu nao podia fazer nada, porquer eu nao conhecia DEUS verdadeiramente. E ela se foi sem e eu lher mostrar como DEUS é grandioso e poderia ter mudado essa situaçao que o mal colocou na vida dela.
    Hoje eu o conheço, e posso afirmar que ele pode tudo, e que nao existi o impossivel para DEUS.

    • Meuri

      Permaneça na fé Iana, Deus irá tirar essa dor de dentro de você.

  • Kamilla

    Não perco nem um capítulo dessa história. Muito forte! Serve de exemplo, pra gente dar valor enquanto estamos na presença de Deus! Essa História me chama muito atenção!

    Beiijoss

  • Juciene-Natal

    Boa tarde d. Méuri

    A história de Marina nos faz refletir como estamos andando com Deus e se realmente estamos na fé, pois muitos que leêm essa história pode até achar um ficção ou uma história inventada, mas tenho certeza que deve estar sendo a história de muitas jovens e pior de tudo jovens que serviam á Deus e por um descuido e até por achar que estava bem nem viu quando foi tomada pelo diabo em sua vida.
    Temos sim que nos analisar todos os dias, colocar nossa barba de molho e se voltar pra o Senhor Jesus pois só ele para ter misericórdia de nossa vida.
    Na fé
    Juciene Natal RN

    • Meuri

      O diabo tem enganado muita gente com o sentir do coração.

  • Luiza Freire

    Meu Deus!!! Ela precisou chegar a este estado para enxergar o quão mau ela está, para perceber o perturbado que era o tal do Felipe e ver que está perdida.

    Espero que isto sirva para ela se voltar para Jesus, assim como outras Marinas, perdidas pelo mundo.

    • Meuri

      Quando a pessoa se afasta de Deus, perde a visão.

  • Mábia

    Que triste

    Só sabemos quem é quem, na hora em que estamos passando por momentos difíceis, quando tudo esta bem é fácil estar rodeado de “amigos”.

    • Meuri

      É verdade Mábia, nosso único amigo é o Senhor Jesus.

  • nadia

    Eu já ia perguntar pelo Felipe, mas como imaginava a resposta resolvi esperar o post dessa semana…quando ela vai acordar e reconhecer que precisa de Deus, Ele com certeza só está esperando ela deixar Ele agir.

  • RAYANE SANTOS

    Ahh , como é ruim, do jeito que ela fala da sua própria morte! E assim existem pessoas que estão da mesma maneira , conheçeram o senhor Jesus , e hj num tem o minimo de forças para voltar! Mas é so querer que tenho certeza que ele dara perdão pois é promesa sua! Enquanto houver folego de vida há esperança e oportunidade de VOLTAR AO SENHOR JESUS!!

  • beatriz

    Nós seres humanos somos de fato podres por dentro, mais é pela misericordia de Deus que a gente permanece de pé, mais aparti do momento que ela deu as costa pra Deus ele não pode fazer nada por ela, ele queria mais não podia pelo fato de não ter ouvido a voz do espirito santo lá no inicio de tudo, ela plantou e agora esta colhendo. espero que ela seja humilde pra reconhece os erros dela e volta para Jesus

  • Polliane Cardoso- Plnaltina- DF

    Que tristeza, dá vontade até de chorar ao ver o sofrimento dessa serva que se desviou dos caminhos de Deus por misero prato de lentilhas.
    Aguardo próximo capítulo…

  • Olha só Deus mesmo, quem têm câncer morre bem rápido depois que descobre, eu tinha uma amiga de uns 44 anos , linda , muito conservada, você nem dizia que ela tinha essa idade, de repente eu fiquei sabendo que ela estava com câncer de esôfago ,só que ela estava morando bem longe da minha casa, o filho dela havia jogado basquete com meu irmão, e eu fazia basquete também, eramos muito amigas,estávamos marcando de reunir um grupo de amigos para visitá-la e levarmos uma torta se passou uns três meses, falei com ela ao telefone por algumas vezes, e quando estávamos preparados para ir na casa dela, ela morreu!
    Pior de tudo , que até hoje eu penso nisso, morreu sozinha sem amigos, na hora da dor, só existe UM, o NOSSO MAIOR AMIGO SENHOR JESUS, o que me deixa feliz hoje é saber que nessa hora ela segurou na mão do Senhor Jesus.
    Abraços

  • MONICA Loiola

    Essa historia é muito forte fala muito comigo, da importancia

    de estamos firmes com Jesus e não trocar ele por nada nesse mundo pois não vale apena pois a vida é pasageira d+ temos que

    permanecer firme ate ele vir nos buscar para passar a aternidade

    com ele nesse lugar tão especial que ele tem preparado, para nos

    Dona Méuri a sr poderia escrever um livro com essas historias
    tenho certeza que ajudara muita gente

    Deus Abencoe a sr cada dia mas te de ispiração

    beijos

  • Leidiane

    É Dn. Meuri, assim a luz atrai luz, um abismo vai puxando outro abismo.

  • Murielle Pinheiro

    É infelismente, há muitos que por se afastarem de Deus chegam, nessa situação, pessoas que outrora usavam o nome de Jesus para liberta.multidões do sofrimento, estão hoje sofrendo sete vezes mais por escolherem a vida fora da presença de Deus Mas vamos orar por essas pessoas para que elas venham voltar para Jesus.
    Estou a espera do proximo capitulo.