Dúvidas sobre o dízimo

postado em: Blog, Dinheiro

484 comentários

CU081219_001HR

Estávamos em quatro mulheres no carro conversando sobre tudo, inclusive que eu, sem GPS, sou capaz de ir para a Bahia quando meu destino é Porto Alegre. Mas, pulemos essa parte…

Como algumas de vocês sabem, meu livro Bolsa Blindada será lançado em agosto. Sabendo disso, as meninas começaram a perguntar sobre os caminhos da prosperidade e como consegui pagar uma dívida enorme no passado (conto tudo no livro!), daí surgiram perguntas sobre o dízimo. Para responder a essas questões, o GPS é a Bíblia.

Para começar, a Bíblia diz que dízimo é a décima parte das primícias, ou seja, os primeiros 10% de tudo o que chega às nossas mãos. Parece bem simples, mas a prática pode ser um pouco mais complicada, por isso, nunca é demais analisarmos esse assunto de suma importância. Esta semana, separei algumas perguntas frequentes para que não restem dúvidas.

Dízimo do salário – Devo dar o dízimo do bruto ou do líquido?

O dízimo do salário deve corresponder a 10% do valor bruto e não do valor líquido, isso porque os descontos são benefícios para o trabalhador, como INSS, vale-transporte, vale-refeição etc.

Dízimo de vale-transporte e vale-refeição – Devo dar o dízimo destes benefícios?

Devemos considerar que o dízimo deve ser dado sobre os valores que representam ganho ou lucro. O vale-transporte e refeição são um ganho extrassalário e devem ser dizimados também. Porém, o trabalhador já tem um valor descontado por eles (o transporte, geralmente, tem 6% de desconto e o refeição varia), então o correto seria calcular o valor total do benefício, subtrair o desconto e dar o dízimo da diferença.

Exemplo: se você recebe um total de R$ 220,00 de vale refeição e já vêm descontados R$ 22,00 do seu salário, você deve dar o dízimo sobre R$ 198,00 (R$ 19,80).

Dízimo de empréstimosPreciso tirar o dízimo quando faço um empréstimo? 

Não se dá dízimo de empréstimos. Isso porque daremos o dízimo do dinheiro que usaremos para pagar o empréstimo. Se separarmos o dízimo do dinheiro emprestado e, depois, do dinheiro que pagará o empréstimo, estaremos dando duas vezes.

Dízimo de “vale” (adiantamento) - Devo dar o dízimo do vale assim que o recebo ou posso dar tudo junto quando receber o salário?

O vale é um adiantamento de 40% do salário, por isso, poderíamos utilizar o mesmo raciocínio do empréstimo, ou seja, dar o dízimo depois, quando receber o salário. Mas é necessário levar em conta que, no dia do pagamento do salário, você terá todos os descontos (inclusive do vale) e pode se enrolar para cumprir o dízimo total. Nesse caso, o melhor seria separar o dízimo logo que receber o vale e, depois, da parte que corresponde ao salário.

Dízimo do empresário - Como saber quanto é o dízimo do empresário se ele não sabe quanto irá receber a cada mês?

Primeiramente o empresário tem que ser extremamente organizado com suas despesas e receitas. Isso porque o dízimo do empresário é calculado sobre o lucro e não sobre o faturamento bruto.

Exemplo: você fatura R$ 5.000,00 por um trabalho, mas desse dinheiro, pagou R$ 1.000,00 para um assistente, mais R$ 800,00 de despesas e outros R$ 500,00 de impostos. Nesse caso, você gastou R$ 2.300,00 e sobrou para você o lucro de R$ 2.700,00. Então, o seu dízimo será R$ 270,00 (e não R$ 500,00).

LivretoO assunto é bem extenso e pode ter muitas variações, então, mande a sua dúvida e, em um próximo post, responderemos às mais frequentes. Em algumas IURDs você poderá encontrar um livreto chamado “Dízimo – Os primeiros frutos”. Informe-se com o seu pastor sobre a disponibilidade e adquira o seu.

E, antes de encerrar, tenho uma novidade para vocês: o blog Bolsa Blindada já está no ar! Se você quer receber mais dicas de economia, saber mais sobre o lançamento do livro Bolsa Blindada e deixar suas dúvidas e sugestões, acesse clicando aqui e aproveite!

Siga-me no Twitter clicando aqui.

Nos vemos!

Leia também

Nenhum post encontrado com estes critérios.

Comentários (484)

comentar
  1. AlessandraDisse:

    Bom dia Dª Patricia! Poderia me explicar melhor sobre o dízimo dos benefícios, vale transporte e vale refeição? Se eu por exemplo não troco eles por dinheiro, eles vem no cartão. O certo é eu separar então do meu salário o valor dos benefícios?

    Obrigada pela ajuda, um grande beijo para a senhora

    Deixar um comentário
    • BrunaDisse:

      Olá.
      Essa também foi minha dúvida, pois recebo meu vale-refeição pelo cartão.

      Deixar um comentário
      • Patricia LagesDisse:

        Oi, Bruna e Alessandra. Como respondi para algumas leitoras, estamos verificando o caso dos Vales porque hoje em dia o método é diferente. Na próxima quinta estaremos voltando a esse assunto para não restar dúvidas, OK? espero vcs!

      • Gisele MirandaDisse:

        Como fiquei feliz com esse post!! Era a minha dúvida sobre o cartão refeição, riocard e alimentação!! Já havia enviado e-mails pedindo ajuda, orientação e orava a Deus, pq não queria fazer errado!!! Estou muito feliz por Deus ter me respondidooooo!!! :-)

      • DRAIKDisse:

        DIZIMO DE EMPRESTIMO,FGTF KKKKKKKKK VALE REFEIÇÃO E SEI LÁ MAIS O QUE.PRIMICIAS DA BIBLIA NÃO SIGNIFICA DIZIMO E ONDE TA ESCRITO NA MESMA QUE DEVEMOS DAR 10%.O ato de dizimar SEMPRE foi feito para honrar a Deus. NUNCA foi feito para se conseguir alguma coisa de volta nem para ser equivalente a uma loteria cristã.Controle, ambição ou completa ignorância constituem a motivação por trás de muitas das mensagens atuais sobre o dízimo obrigatório.
        Muitos ensinam que dizimar é uma forma de “proteção ao dinheiro”, que garantirá o dizimista contra prejuízos, acidentes e outras calamidades da vida. Certo pregador disse: “Se eu não dizimasse teria medo de atravessar a rua”. Outro disse: “Sei que posso evitar as calamidades, pois dou o dízimo”. Estes pregadores precisam aprender duas lições. Uma delas é lidar com as realidades, conforme é ensinado na história de Jó. A outra é aprender sobre a vida dos apóstolos e incontáveis outros cristãos, que sofreram através dos tempos, por amor a Deus, à verdade e à causa de Cristo. Todos os apóstolos, exceto um deles, foram martirizados. Muitos experimentaram bofetadas, apedrejamentos, naufrágios e outras calamidades e problemas, pois “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR O LIVRA de todas” (Salmos 34:19). (Ler também Atos 14:22). Muitos dos pregadores “bem vestidos” de hoje são ignorantes. Eles vão aonde são bem recebidos, bem pagos e aplaudidos, e consideram qualquer crítica – válida ou inválida – como “perseguição pela causa de Cristo” como se o criticismo os igualasse àqueles que têm REALMENTE sofrido ou estão realmente sofrendo por causa de Cristo.

      • Patricia LagesDisse:

        Draik (foi assim que vc se identificou…),
        A Bíblia diz claramente em Malaquias 3 que devemos sim, dar o dízimo e a palavra dízimo (ou dízima) significa 10%. E o próprio Deus promete “derramar bênçãos sem medida” e “repreender o devorador”. Quem crê vai nessa fé, quem não crê, aceita viver uma vida de privações. Abraão foi um homem próspero, Isaque foi descrito como “homem riquíssimo”. Esta é a minha fé, mas eu respeito a sua. Quando eu recebo todo e qualquer dinheiro, tenho prazer em devolver o dízimo ao meu Deus. Não é de forma alguma uma obrigação. Além do que, esse valor será aplicado para o crescimento da obra de Deus e eu quero que ela cresça muito!

  2. Ana Cristina/Guarujá-SP.Disse:

    Olá D. Patricia, amei o post, o qual acabou tirando algumas dúvidas… estou ansiosa pra chegada do livro!!! Vai ser uma benção, na vida da gente bjinhos :)

    Deixar um comentário
  3. Jaqueline de Oliveira FelixDisse:

    Caraca!!!!!!!!
    Tem algumas coisas que eu nem sabia, como que tem que tirar o Dízimo do broto e não do liquido, eu ate sabia que ja ouvi isso na catedral mais esqueci e me passou despercebido.
    Será que estava roubando a DEUS?

    Deixar um comentário
    • Patricia LagesDisse:

      Oi, Jaqueline. Se vc estava dando o dízimo do líquido somente, então realmente não estava agundo corretamente. Agora que vc sabe, a partir do seu próximo pagamento calcule da forma correta. Tenho certeza de que Deus vai recompensa-la! Bjs

      Deixar um comentário
      • AngélicaDisse:

        Olá Patrícia!
        comecei a caminha a pouco tempo junto a universal; porém ja me tornei dizimista; apesar de que tbém nao sabia da questão bruto e liquido; e claro que eu estava tirando do liquido. Mas lendo sua explicação do pq tirar do bruto e da diferença para empresario, fiquei pouco confusa onde tomo a liberdade de me expressar a respeito.
        Bem, pensando no bruto vamos calcular em cima dos valores de IR, INSS; Mas se calcularmos a cada mes, como fica a cada restituição do IR por ex, assim como qndo tomarmos posse do fundo (FGTS) ——– nao se encaixa como o caso do empréstimo ?
        Nao estou querendo roubar o que é de Deus, mas sim usar a fé inteligente que tanto ouço falar!!
        Desde já obrigada pela atenção!!!

        um abraço,
        Angélica Rodrigues

      • Patricia LagesDisse:

        Oi, Angélica. Entendi perfeitamente suas dúvidas e são muito comuns, então vamos lá:
        O FGTS não é um benefício descontado no seu salário. Ele é pago pelo empregador e não desconta nada do funcionário. Então, quando vc receber seu FGTS, deve tirar o dízimo, pois é um ganho que vc estará tendo.
        No caso da Restituição de IR: se vc dá o dízimo do BRUTO, o IRRF já é descontado. O que ocorre é que o governo desconta a mais (em alguns casos) e daí vem a restituição (devolução). então você não deve tirar o dízimo, pois vc já dizimou esse valor. O governo está apenas lhe devolvendo o que lhe cobrou a mais.
        Qualquer dúvida, não deixe de escrever! bjs

      • AngélicaDisse:

        Pati; claro vc tem razao quanto ao FTGS ;eu comecei falando em INSS e misturei tudo; desculpe. Mas me refiro sim ao INSS esse sim é descontado mensalmente junto ao IR – Essa era relação que fiz quanto ao caso do empresario, q .tira o dizimo apenas em cima do seu lucro;

  4. Talytha CardosoDisse:

    Olá Paty, estava relendo o livreto do Bispo Natal Furucho ´´Como ser um Dizimista Fiel“`_ (Furucho,2003.p31). E ele fala algo bem interessante sobre quem é casada, todo dinheiro recebido pelo marido para as despesas de casa , não deve ser tirado o dízimo, mas se o marido der o dinheiro para a esposa para ela fazer o que quiser , aí sim deve-se tirar o dízimo.
    Este livreto, ajuda muito também , acredito que deva dar um maior auxílio nessa nova edição _ ´´ Dízimo – os primeiros fruto“, quero ler este livro também.
    As dicas são sempre de grande ajuda, estou começando a ´´rever os meus gastos, que as vezes chamo de investimento“… será que é investimento mesmo? hihihi
    bjus!!!! Paty

    Deixar um comentário
    • Patricia LagesDisse:

      Obrigada pela dica, Talyta! Bjs

      Deixar um comentário
      • Pati MonteiroDisse:

        Nossa,essa eu não sabia!já vi que temos muito o que aprender!nunca me liguei nesse detalhe,obrigada por compartilhar.

  5. Michele Angélica - Franca/SPDisse:

    Nossa dona, como foi importante esse post… Realmente, muitas pessoas na igreja ainda têm muitas dúvidas em relação ao dízimo. É muito bom, mantê-las informadas a respeito de assuntos como esse… E o blog está muito lindo!
    Temos visto que o povo da Igreja Universal não tem uma visão limitada, e isso é muito bom; sabemos que em todas as áreas temos ali um pessoa dirigida pelo Espírito Santo a nos ajudar. E na parte financeira, particularmente, tenho muito a aprender! Suas dicas tem sido valiosíssimas… Muito obrigada =)
    Beijos.

    Deixar um comentário
  6. MaisaDisse:

    Como eu adorei este post!
    Muito obrigada, bem útil :D

    Deixar um comentário
  7. Katia CileneDisse:

    É sempre muito bom termos esclarecimento sobre como mantemos nossa fidelidade a Deus, pois o diabo sempre cria situações para de uma forma fazer com que as pessoas inconsientemente seja infiel, e sendo assim não alcançam as benções de Deus.

    Deixar um comentário
  8. CibeleDisse:

    Muito legal esse blog e tbm saber mais sobre o dizimo pois e maravilhoso honrar a Deus com nossos dízimos e para termos a consciencia limpa precisamos sempre esclarecer algumas duvidas adorei

    Deixar um comentário
  9. Sandra SantiagoDisse:

    Bom dia, gostei muito, pois esclace muitas duvidas…obrigado

    Deixar um comentário
  10. Vanessa Soares Jundiaì -SPDisse:

    Bom dia que bom essas informações me esclareceu muitas dúvidas,obrigada!É muito importante fazer o certo,pois por simples erros perdemos nossa benção.

    Deixar um comentário
  11. ThalitaDisse:

    Muito bom esse post,pois tenho algumas duvidas sobre o assunto.
    Por exemplo: se eu não trabalho,não tem como ser uma dizimista?

    Deixar um comentário
  12. anankaDisse:

    Bom dia dona Patricia, minha duvida e sobre como tirar o DIZIMO as vezes de vinte ou dez reais eu ainda não trabalho mais tudo o que vem na minha mao eu tiro o DIZIMO mais tem locais que não trocam o dinheiro antes e ai o que eu devo fazer quero andar certo mais e muito difícil nem todo lugar que compramos entendi isso. Espero que a Senhora possa me ajudar desde de já eu agradeço por esse blog sera muito valioso tinha duvidas que já não existem mais. NA FE SEMPRE.

    Ananka lima

    Deixar um comentário
    • TamiresDisse:

      Olá Ananka!
      Uma vez o Bp Macedo falou sobre isso, bem recentemente.
      Quando recebemos um valor inteiro, podemos comprar algo de pequeno valor para poder trocar e assim dizimar. Isso acontece frequentemente comigo, pois além do meu trabalho fixo, eu trabalho com eventos, e recebo o cachê do evento que não vem trocado, então eu faço a minha oração antes de trocar, falando para Deus que sou fiel a Ele, e somente vou trocar para poder então dizimar corretamente.
      Espero ter ajudado!
      Beijinhos

      Deixar um comentário
      • anankaDisse:

        OI TAMIRES MUITO ESCLARECEDOR PARA MIM O QUE VOCE FALOU ENTAO POSSO CONTINUAR FAZENDO DESSA FORMA TROCAR O DINHEIRO ACHAVA QUE ESTAVA ERRADA MUITOOOOOOOO OBRIGADO PELA AJUDA BEIJOS.NA FE SEMPRE.

      • Gisele MirandaDisse:

        Não concordo! Eu vou em tento em vários estabelecimentos trocar (farmácia, banca, mercado…), mas não gasto nada, nem mesmo para conseguir trocar o dinheiro. Porque primícia é primícia e Deus honra, sempre troco sem gastar para separar o que é de Deus primeiro. Mas esta é a minha fé!

      • anankaDisse:

        TUDO BEM GISELE MAIS REALMENTE TEM LOCAIS QUE NAO TROCAM MESMO NEM TODOS ESTAO NA MESMA FE . DEUS SABE O QUE VAI NO MEU CORAÇAO NA FE SEMPRE.

      • Juliana CaldasDisse:

        Deus pede para separarmos as primícias, então tenho que trocar o dinheiro, tirar o dízimo para depois comprar algo

      • Patricia LagesDisse:

        Se a pessoa tem o valor do dízimo e não conseguiu trocar, pode dar o dízimo com outro dinheiro, pois o que conta é o valor e não de qual dinheiro sairá. E, se precisar comprar algo para trocar – uma vez que a pessoa não consiga trocar – não há problema. Aja conforme a sua fé!

  13. Daniella Cardoso/Belém-ParáDisse:

    Bom dia Patricia, muito legal estes esclarecimentos, pois não podemos errar, muitos pensam estar fazendo certinho, mas não atentam para estes detalhes! Parabéns pelo blog, tá lindo! Deus te abençoe mais e mais!!! Bjs :)

    Deixar um comentário
  14. Edileide Rocha-RebecaDisse:

    Nossa confesso que eu não sabia de tudo isso, mas muito bacana aprendermos mais sobre as coisas de Deus, claro já sou dizimista, mas com esse ensinamento creio que farei melhor ainda apara o meu Deus.

    Deixar um comentário
  15. TheaniDisse:

    D. Patricia . Amei seu blog Bolsa Blindada e com certeza irei ler o livro.Desde que começou a escrever no blog da D. Cris , acompanho cada post. Sou contadora e sei que , ao contrário do que muitos pensam, o povo da fé da IURD é também inteligente. Queria dizer para sra. que Pessoas como a sra. , a Dna Vanessa Lampert, Janaína Avila e todos que dizem ” Eu sou a Universal” , honram o nome do Senhor Jesus, pois quebram esses sofismas de que quem crê em Deus , é ” ignorante, ou em a mente fraca.” Louvo pela nossa vida e pela vida de cada pessoa que não se envergonha da fé que tem , e nem se envergonha de onde aprendeu essa fé. A Universal. Parabéns também ao Bispo Renato e a Dona Cris por incentivarem iniciativas como a do Livro Bolsa Blindada. E é claro , honras ao Senhor Jesus.

    Deixar um comentário
    • Natalia SilvaDisse:

      Mesmo o cartão alimentação nao seja vendidi deve ser retirado o dizimo.
      E quando o cartão é vendido. O dizimo deve ser retirado do valor do cartao ou so do dinheiro que pegamos na mão?

      Deixar um comentário
      • Patricia LagesDisse:

        Natália, não entendi a sua pergunta, vc poderia me mandar novamente com mais detalhes? Obrigada! : )

      • Vinicius SilvaDisse:

        Respondendo a Natalia Silva e creio que a outras pessoas, Se tratando do benefício Vale-Transporte e Vale-Refeição e/ou Alimentação, esses são benefícios que são dados ao trabalhador obrigatoriamente por Lei, sendo que hoje em dia diante das mudanças tais benefícios são pagos através de cartões, logo que o trabalhador não recebe em espécie, ou seja, o Dízimo deverá ser retirado daquilo que vem as nossas mãos, Minha conclusão pessoal é a seguinte: como o VT e VR são pagos com a finalidade de locomoção e alimentação, entende-se que não há lucro nesses valores e também não são pagos em espécies, portanto não devem se Dizimados. Agora caso haja possibilidade de trocar os valores em espécie aí sim, a pessoa poderá Dizimar os valores que vieram em suas mãos. Lembrando que isso é de acordo com a Fé de cada um.

        Grande Abraço!

    • Patricia LagesDisse:

      Poxa, Theani, que bacana seu comentário. Amei! : )

      Deixar um comentário

Deixar um comentário