Blog

Ao responder à pergunta que minha nova amiga Sandra, de Moçambique, me enviou pelo Twitter, imaginei que poderia ser a dúvida de muitas leitoras e achei que valia um post nesta coluna. Eis a pergunta:

“Olá minha querida. Eu detesto ler, tenho preguiça mas SEI que preciso mudar isso. Me diga, que faço para contrariar isto?”

Minha resposta: A mesma coisa que a gente faz quando sabe que precisa fazer algo, mas não tem vontade: sacrifício. Coloque um livro na bolsa e se determine a ler todo dia um pouco. No começo vai ser difícil, pois é uma luta contra sua vontade.  Só tire da cabeça que você não gosta. Não é não gostar, é não ter o hábito. Quando desenvolver o hábito, vai amar 🙂

Pelo que ela me explicou, sabe que precisa ler alguns livros que farão a diferença na vida dela (você também sabe, não é?), mas a preguiça e a falta de hábito a fizeram acreditar que não gosta de ler. Quando você acredita que não gosta de ler, qualquer leitura se torna uma tortura.

O hábito de leitura é como um músculo que precisa ser desenvolvido. Se você não usar seus braços ou suas pernas por meses e depois disso tentar fazer um movimento com os músculos atrofiados, vai sentir dor, incômodo, exaustão…será chato pra caramba. Aí você vira para mim e diz: “Eu não gosto de me mexer!” Não é verdade. É incômodo pela falta de exercício, mas se você se sacrificar e ignorar o incômodo com o foco no objetivo maior, terá uma super recompensa ao final do esforço.

Tem outra coisa: livro é amigo. A-mi-go. Você tem se sentir à vontade com seu amigo. Coloque dentro da bolsa, não se preocupe em não amassar…claro, você não vai detonar o livro e pisar em cima, mas se tiver de se preocupar em não dobrar aqui, não amassar ali, é complicado se sentir à vontade. Posso estar errada, sei lá, mas essa é a minha teoria.

A principal dica é mesmo o sacrifício. Não importa se você está lendo um livro, um artigo de jornal ou um post em um blog: quando cansar de ler, pare um pouco, mas não abandone a leitura. Não pense em como se sente ao ler, mas no quanto você vai saber mais depois de terminar de ler. Tome um café, brinque com o cachorro, com o gato ou vá ao banheiro, depois volte e continue a leitura, tentando entender o que está escrito. Qualquer texto é o autor conversando contigo, então é falta de educação abandonar a leitura e não voltar para concluir, é como se deixasse alguém falando sozinho ou desligasse na cara da pessoa.  Se for um blog, só comente depois de ter lido todo o post, pois às vezes a resposta à sua pergunta está no que você não teve paciência de ler.

Impaciência e ansiedade são emoções, e emoções devem receber pouquíssimo alimento. Ceder a elas é alimentá-las até que fiquem fortes e tentem te estrangular. Emoções são como Gremlins, lembra daquele filme trash horroroso? Gizmo era um bichinho fofinho, mas se alimentado após a meia-noite ou molhado, gerava monstrinhos verdes destrutivos. Emoções são Gizmos necessários. Precisamos delas, mas bem domesticadinhas e pouco alimentadas. Já nosso espírito (que é nossa inteligência) precisa ser alimentado para ficar forte o suficiente para controlar os Gizmos. O melhor alimento para fortalecer o espírito chama-se sacrifício.

Deixar de fazer aquilo que você tem vontade para fazer aquilo que você não tem vontade, mas sabe que precisa, é a única maneira de desenvolver sua mente, crescer e se tornar uma pessoa melhor. Deus pede isso da gente o tempo todo, até porque a vida exige isso para não se tornar um fardo.  Fazer só o que você gosta e tem vontade é receita para a frustração, já que os Gremlins nunca se fartam, sempre querem mais e mais e mais…nada é suficiente para satisfazer a vontade humana. Então a partir de hoje em sua vida, seja na leitura ou em qualquer outra coisa que esteja difícil por não ter se tornado um hábito, decida sacrificar sua vontade e fazer o esforço. A recompensa vale o sacrifício! Você vai ver o quanto vai ganhar não apenas por ler, mas por se dispor a sacrificar.

PS: Eu não sou um “super ser” por ler bastante e gostar de escrever. Eu só me dediquei a essas duas coisas até que se tornassem parte da minha vida.

PS2: A gatinha da foto é a Ricota, ela tem 7 anos e está pensando se vale a pena ler esses dois livros… 🙂

Vanessa Lampert

Quer ler todas as resenhas? Clique aqui. 

Colaborou: Vanessa Lampert

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

  • DedéiaBsb

    Olá.
    Eu não tenho preguiça de ler.Ler é muito prazeroso.
    Passo a maior parte do meu tempo envolvida com atividades de leitura.Eu preciso muito da leitura. No meu caso eu gosto tanto que preciso escolher quais os livros devem ser prioridades. Como sou concurseira sou obrigada a ler os livros que professores, a banca,os examinadores determinam pelos editais do concurso.Preciso seguir a leitura de acordo com o conteúdo que será cobrado.Então preciso focar o que devo e o que não devo ler em determinado momento. Mas, tenho lá os meus livros de cabeceira que costumo chamar de” livros para relaxar o cérebro ”
    De todos os livros que já li e tenho lido achei a Bíblia um livro sábio por não ter um índice e ter temas variados e espalhados. Creio que Deus em sua infinita sabedoria deve ter pensado farei um livro com assuntos variados e espalhados para que o ser humano o leia não da mesma forma que ele lê um livro normal que tenha um índice, começo, meio e fim.Quando lemos a Bíblia procuramos um assunto em várias partes da mesma dai da a impressão de que sempre tem algo a mais a se procurar sobre algum tema.Isso é interessante.

  • Patrick

    Vixi dona Vanessa, esse era um grande problema meu, tinha preguiça até de ler a Bíblia Sagrada, porém eu me esforcei à lê-lo até que se tornasse um hábito meu, e realmente, vale muito a pena ;D

  • Aline

    Me identifiquei com o post! Acho que depois que terminei a faculdade, peguei um certo trauma de leitura….rsrsrs…Sério, preciso mudar esse hábito, pois pra mim é mais que um sacríficio, às vezes chega a ser tortura… Só consigo ler livros que realmente me atraiam (como foi o caso da ‘Mulher V’), mas reconheço que preciso mudar urgente esse meu hábito “sedentário” e passar a me alimentar mais de conhecimento.

  • Leslie

    Pois é, eu tambem era assim. Detestava ler, não digo que agora leio muito, não…mas me esforço em ler.

    Tive o livro da D. Cristiane “Melhor do que comprar sapatos” e li em vários dias, mas depois de ter ficado muito tempo na minha gaveta, venci o cançaso e li todinho, depois adquiri ” Mulher V” onde nem demorei muito tempo, tava tão gostoso ler que ate quando ja estava quase no final comecei a abrandar um pouquinho, para não terminar logo. rsrsrsr

    Cheguei ao ponto de me inscrever num curso onde tem muitas matemáticas para não ler muito, mas o que eu encontrei la….leitura, e muita leitura…rsrsrsrsr

    Não tem jeito, a leitura é muito importante…

  • Ingrid

    Eu amo ler, sinceramente é uma paixão em minha vida, ler exercita a mente e é otimo para todo mundo. Quando eu terminava de ler um livro logo queria mais, e comprava mais.. Porém, com o passar do tempo fui perdendo o hábito de ler, até que, o perdi completamente! Só de olhar as palavras são uma tortura para minha cabeça.. Mas hoje estava passando por aqui e vi este post, achei muito interessante e resolvi ler.. Sacrificio com certeza é a palavra-chave e eu agradeço por me lembrarem disto, a partir de hoje, vou sacrificar minha preguiça e virar mais uma leitora de seus posts.. Beijos e abraços, amiga.

  • Idelmária

    Foi assim que comecei a ler rs, fiz um sacrifício para tirar uma boa nota na prova de português (porque eu odiava ler). Depois da primeira experiência, demorou um pouquinho para virar hábito, mas foi algo bem natural. Eu lia em todo lugar, no onibus indo para a escola, da escola para o trabalho, voltando para casa a noite e com sono!
    Amei 🙂

  • Lívia

    Na verdade,eu amooooooo ler e escrever,e essas dicas servem para muitos outros aspectos da nossa vida.Obrigada,Vanessa!

  • Maura Olivera

    Me gustó mucho su blog Sra.

  • Gis

    Amei a dica! Entendi…sacrifício,a ansiedade me atrapalha ,mas vou me habituar,foi praticar.Como disse Dn.Cristiane no livro A Mulher V é praticável!
    Obrigada pela dica ,quero me aproximar mais da senhora e criar este hábito.Deus abençoe Bjs

  • sandra

    Obrigada Vanessa,

    Ficou claro. Eu sei que tenho que ler entao vou cultivar o habito independente de gostar ou nao.

    Bjinhos.

    PS: a gatinha ê mto gira, mto bem cuidada 🙂

  • Ai que fofinha a Ricota!
    Bjos Vanessa!

  • Marla

    Muito bacana a dica vale pra tudo na vida.
    A gatinha é muito linda!

  • Greyce Pereira

    *Eu achei muito interessante e super útil para nossas vidas.
    *Obrigada pela orientação. Me serviu muito…
    Beijos 🙂

  • Cleide

    Realmente esse é o segredo SACRIFÍCIO, muito bacana essa colocação. Deus abençoe!

  • Muito bom Vanessa! Gostei da comparação dos Gremlins.