Blog

 

Uma semana a base de remédios, a dependência da droga me fazia debater o tempo todo, então tiveram que me amarrar.

Emagreci mais ainda, 1,70 pesando 39 kilos, pele e osso. Acordei, não sabia onde estava. Olhei para os lados, as paredes brancas, cheiro de éter, aparelhos ao meu redor, não conseguia enxergar bem, estava muito fraca, mal abria os olhos. Havia alguém ao meu lado, com perfume de alfazema, mão pequena, pele clara, segurando meu rosto com uma das mãos e com a outra trazendo para minha boca uma colher com sopinha de leite e bolacha. Era a “coisa”.

Ai, ai, o que eu faço agora? Não consigo gritar para ela sair daqui, não tenho forças nem para abrir os olhos direito, não consigo nem pensar…

Chegou à noite e o médico veio me avaliar, disse que eu estava indo bem, e em poucas semanas sairia do hospital.

Semanas? Como assim? Quero ir embora agora!!! Eu mando na minha vida…

Um coração duro, difícil de penetrar, sabe que estão pedindo a tua alma, mas não dá uma chance para ser feliz e muito menos para se salvar.

A “coisa” ficava lá, o tempo todo junto comigo. Será que ela não tem casa para ir não?

Amanheceu e eu despertei, ainda muito fraca, queria o crack, estava irritada, dependia de todos pra tudo.

Senti alguém mexendo nos meus cabelos, ou o que sobraram deles, era a “coisa” que estava me penteando. Eu queria que ela saísse dali, mas não conseguia falar nem me mexer.

– A senhora é tão linda e eu sinto tanto a sua falta. Nessa noite pedi a Deus para tirar você daqui com saúde. Naquele dia do tiroteio pedi para Ele cuidar de você e Ele cuidou, muitos morreram, mas não a minha mãe. Minha professora Clara, disse que tudo o que pedir a Deus e crer Ele fará.

Será isso verdade mesmo? Será que posso mudar de vida? Seria muito bom para ser verdade. Ah se eu tivesse falado com minha mãe… se não tivesse experimentado o álcool, se não tivesse entrado na prostituição, se não tivesse conhecido o crack,…

São tantos se não tivesse… eu acreditava que era forte, que tinha controle sob minha vida… que nada, é só olhar para mim agora e ver meu estado, numa cama de hospital, sem forças, sendo cuidada por alguém que nem tem tamanho…

Ela é tão pequena e sabe tanto, até consigo olhar para seu rosto nesse momento sem ter vontade de matá-la ou de desprezá-la. Deve ser porque é a única que está comigo nesse momento…

Minha tia  me visitava e trazia frutas, mas eu não me lembro pois sempre estava sob efeito de calmantes.

Os dias foram passando e fui me recuperando, dia após dia, um atrás do outro, com remédios e uma luta constante por abstinência a droga.

Desejo ardentemente mudar de vida, mas meu corpo treme, minha mente às vezes trava, tenho dores de cabeça.

Chegou o dia de ir para casa, ou o que era a minha casa, porque fiquei tanto tempo nas ruas que meu lar se tornou os becos, os lixos, as calçadas, a praia… Onde havia usuário de drogas, ali eu estava, não importava o local, mas importava onde tinha um ponto de venda. Eu fazia os programas e com aquele dinheiro na mesma hora gastava tudo em crack…

Cheguei ao ponto de não escovar meus dentes, perdi quatro deles…

Meu cabelo era embaraçado, metade preto, metade loiro, os cachos não existiam mais, eram quebrados e sem nenhuma vida.

Minha pele estava amarelada, meus pés rachados, minhas unhas escuras e podres.

Eu me sentia o lixo, o nada, queria morrer, queria minha mãe…

Ao entrar naquela casa, voltei a minha infância, no dia em que entrei pela primeira vez naquele quarto preparado para mim, das vezes que fazia leite morno para tomar ou até do meu macarrão sem molho, (risos) até o macarrão sem molho era bom.

Minha tia veio me encontrar, já não estava mais embriagada, seu olhar era outro, não tinha cheiro de uísque, cheirava perfume. A casa estava limpa e um cheirinho de sopa vinha da cozinha. Ela segurou minha mão e me disse:

– Minha querida, seu quarto te espera.

Achei tudo tão estranho. Como pode alguém mudar de uma hora para outra. Ela sempre foi alcoólatra, não limpava a casa nem comida fazia, agora está me chamando de querida e fazendo sopa? Será que ela ficou louca?

A menina preparou-me um banho, com sais de alfazema. Eu amo o perfume de alfazema. Minha roupa estava em cima da cama, roupa limpa e cheirosa.

Limparam as minhas unhas, cortaram e pentearam meus cabelos. Sentei-me à mesa para tomar a sopa.

Tudo estava diferente, eu não entendia nada. Naquela casa havia paz. Havia um perfume de amor no ar…eu não entendia. Minha cabeça doía, meu corpo ainda estava fraco. Nenhuma palavra saía da minha boca, tinha medo de falar, tinha medo muito medo.

A menina dormiu do meu lado. Eu olhava para ela e via uma menina e não mais como uma “coisa”, ela era tão carinhosa comigo, mas eu mesma não entendia o porquê meu ódio por ela ainda existia . Mesmo assim não dirigi nenhuma palavra a ela.

Noite difícil, sentia falta da droga. A abstinência faz nosso corpo entrar em transe, parece que não vai ter fim. Eu queria muito sair dessa vida, mas sozinha seria impossível.

Vontade de chorar, não conseguia dormir, meu corpo tremia muito. Algo me dizia para me matar, dizia que eu não iria conseguir, pra mim não tinha jeito…

Quero ajuda, preciso de ajuda, vontade de gritar, muito choro. Me levantei e fui para o banheiro, horas lá dentro chorando muito.

A menina se levantou e ficou ao meu lado, me deu um abraço. Fiquei parada sem saber o que fazer, entrei em pânico.

Capítulo 11

( últimos capítulos)

Méuri Luiza

Colaborou: Meuri Luiza

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

  • JESSICA

    D.MEURI ESSA HISTORIA ESTA CADA VEZ MAIS REAL AS VEZES ATE ESQUEÇO QUE É FICÇAO.
    NOSSA CADA VEZ QUE LEIO FICO MAS SURPRESA AINDA, REALMENTE AS VEZES FAZEMOS TEMPESTADE NUM COPO D`AGUA E ACHAMOS QUE A NOSSA VIDA É DIFICIL, IMAGINE SE TIVESSEMOS NESSA SITUAÇÃO COMO NAO ESTARIAMOS.
    BJS: AGUARDANDO PROXIMO CAP.

  • Vittoria

    Nossa que sofrimento,mas estou torcendo pela Chrysti,tenho certeza que Deus vai mudar a vida dela,essa historia poderia virar uma mini-série,iria arrebentar mais ainda!!!

  • Gabriela Silva

    Primeeiraaa!!!!!!!!!
    Meuri sua história é muito emocionante!!
    Que Deus te Abençõe por abrir os olhos de tantas pessoas que estão querendo se matar, ou que stão nessa vida!
    Já indiquei a várias pessoas!
    Beijos
    Fique com Deus!!

    • Meuri

      Deus te abençoe Gabriela.

  • Andreia Sousa

    Essa história é muito interessante, pois retrata a vida de milhares de pessoas que hoje estão perdidas, mas podem encontrar Deus p/ mudar sua história. Só Deus para salvar essas pessoas, fique com Deus dona Méuri, amém.

    • Meuri

      É verdade Andréia, somente Deus pode mudar a vida de pessoas que estão nessa situação.

  • Cristiane

    Nossa a cada terça – feira está ficando melhor.
    Tenho certeza que a Chrysti ainda vai ser muito feliz!
    Um beijo D. Méuri.

  • tatiana RIO DE JANEIRO

    Dona Méuri comecei a ler a historia hoje pela manha depois que meu marido saiu para o trabalho ,li todos os capítulos ,como é forte essa historia; mesmo sendo fictício sabemos que muitas são as mulheres que passam por isso ,mas que através da fé tudo pode ser restaurado.Tenho um irmão que esta com problema com as drogas e vejo nessa historia a importância de não desistir dele ,de dar amor pois o que se passa na mente de pessoas drogadas em historia ou fatos verídicos é o mesmo o mal dizendo que pra eles não tem mais jeito . Espero ansiosa pelo próximo capitulo . Que Deus inspire a senhora cada vez mais .Fique com Jesus !! beijos Tatiana Silva

    • Meuri

      Seja muito bem vinda a Histórias Curtas Tatiana.

  • Luciene

    Nossa que linda quando a menininha diz:que tudo o que pedir a Deus e crer Ele fará.

  • lesli

    Que belo livro de envagelização sairia esta história…
    Por vezes as pessoas não falam para as outras o que sentem, mas se leem uma história dessas pode ter uma orientação de como começar.

    bjxx D. Meúri que Deus abensoe a senhora ainda mais…

    • Meuri

      Que Deus te abençoe também Lesli.

  • Ingrid

    ja esta nos ultimos capitulos? O:
    tomara que ela mude *—–*

  • Rute - João Dias

    A cada dia fica melho!! Ansiosa para a proxima terça!!!!!!!!

  • elthon

    Olha tah muito Boa a historia faz nos pensarmos realmente quem esta do nosso lado, gostei!

  • Brenda Cantisani

    Eu quase fui abusada sexualmente por meu ex padrasto quando pequena, mas graças á Deus, Jesus me protegeu e fez minha mãe o deixar.

    • Meuri

      Olá Brenda, esteja sempre aos pés de Jesus, Ele sempre será contigo. Deus abençoe.

  • Brenda Cantisani

    mt ansiosa paara os proximos capitulos *-*! Deus abençoe.

  • Essa historia fica a cada dia mais emocionante e mais bonita!

    Apesar de todo o sofrimento da Christy,Deus usou a filhinha dela para ajudá-la.Muito lindo isso!Aguardando o proximo capitulo!!!!!!

  • fernanda

    nossa que historia impressionante muito forte

1 2 6