Casamento Blindado

postado em: Diversos

20 comentários

Sumi. Tive bons motivos para isso, mas nada justifica uma longa ausência, se eu conseguisse me organizar um pouco melhor, com certeza estaria presente em vários lugares ao mesmo tempo. Mas ainda chego lá, se depender do esforço que tenho feito, em breve serei capaz disso. :-)

Um dos motivos foi o trabalho. Além do livro que estou escrevendo e que pretendo publicar ainda este ano (vocês saberão mais a respeito assim que ele estiver mais encorpadinho), me concentrei nas últimas semanas em algo que, para mim, é importante demais para ficar em segundo plano. Tive a oportunidade de ajudar tanto na preparação dos originais quanto nas últimas revisões do Casamento Blindado, tarefa que abracei como uma causa a defender. Quando acredito em alguma causa, ela se torna parte de mim. Foi assim com este livro.

Primeiro porque a cada capítulo que o Renato escrevia, eu me impressionava. Não só pela linguagem leve e fluida, mas pelo conteúdo. (Quem acompanha o blog dele, sabe que ele escreve muito bem. Da Cristiane eu nem preciso falar, já que quem acompanha esta coluna conhece bem os livros dela e seu jeito cativante de escrever, como se conversasse conosco tomando uma xícara de chá.) Lembram do texto “Alimentação Literária”? Pois é, “Casamento Blindado” é superalimento, mega nutritivo, uma Quinoa Real literária. O livro traz informações preciosíssimas, que me ajudaram não apenas a blindar meu casamento, mas a melhorar quem eu sou por dentro. O impacto foi positivo até em meu relacionamento com as outras pessoas.

Participamos do curso Casamento Blindado em novembro. Por isso, posso dizer: no livro, Renato e Cris não escondem o jogo, não escondem nada, toda a direção está lá, de forma clara e simples, para ser raciocinada e praticada. Mesmo que você já tenha feito o curso, vale a pena investir no livro. Compre, leia e depois me diga se eu não estava certa.

O livro “Casamento Blindado” vai na contramão de tudo o que o mundo prega, mas traz ensinamentos práticos, que realmente funcionam. De que adianta ficar agarrado aos seus velhos paradigmas que nunca te levaram a lugar nenhum? Ou que te levaram a um lugar de desgosto, tristeza e sofrimento? Tenho certeza de que se meus pais, meus avós e meus tios tivessem tido acesso ao “Casamento Blindado”, a história da minha família seria outra. Acredito que muitos deles ainda estariam vivos, tamanho o impacto de um casamento destruído na vida de uma pessoa.

Este livro vale não só por sua qualidade literária, mas pelas informações que ele traz, muito mais preciosas do que ouro. Entrou para a minha seleta lista de “tesouros literários”, daqueles que você pode (e deve) comprar para distribuir entre familiares e amigos (quem for inteligente, vai aproveitar cada parágrafo!), mas deve manter o seu, para reler e consultar sempre que necessário.

E digo mais: não é só para casados, não! É para homens e mulheres, casados, solteiros, viúvos, divorciados, pessoas com problemas, pessoas que querem evitar problemas, ou pessoas que querem ajudar pessoas com problemas. Não é apenas para os casados, pois as informações do livro são abrangentes, ajudam em todas as áreas: nos relacionamentos em geral, a ter uma vida equilibrada. Um verdadeiro manual em direção a se tornar uma pessoa melhor. Estou falando, o livro é completo!

Acompanhei o esforço e o amor que Renato e Cristiane colocaram na confecção desta obra, e tenho certeza de que toda essa dedicação em levar até os leitores informação preciosa, com o único intuito de ajudá-los a ter um casamento sólido e protegido, será honrada através da transformação de vidas e de milhões de depoimentos espontâneos que receberemos daqueles que colocarem em prática o que lerem nas 272 páginas (eu sei de cor quantas têm…rs…nem precisei olhar no livro) do Casamento Blindado.

O livro será lançado pela editora Thomas Nelson Brasil, já está em pré-venda no Arca Center (clique aqui para ver), a partir do dia 1° de Julho estará  em todas as IURDs e também será vendido em livrarias.

 

PS: A Thomas Nelson Brasil é um selo do grupo Ediouro. O livro já aparece no catálogo no site da editora. :-)

PS2: Olha a pessoa feliz! Eu já tenho o meu! :-)

 

Vanessa Lampert

(Você também me encontra no Twitter , no Facebook  e no Meu Blog)

Quer ler todas as resenhas? Clique aqui. 

Comentários (20)

comentar
  1. Aline Anne Disse:

    O livro ” Casamento Blindado” do casal é tudo de bom.
    Apesar do titulo ele é também uma sugestão de leitura pra os solteiros que visam ter um em seu relacionamento tranquilidade. Trata-se de um livro baseado no conidiano de todo casal onde não se limita em um livro de auto ajuda pois vai muito além é uma escola onde aprendemos a lidar com as diferença e indiferenças do outro e assim estar fortalecendo a união e o amor através do respeito, reciprocidade, renuncia, amizade e muito companheirismo.

    Comecei a ler agora mais já estou podendo ver nele um pouco de mim, do meu relacionamento.

    Deixar um comentário
  2. leticia siqueira Disse:

    eu e me namorado estamos juntos há quatro anos e tres meses e nos nos amamos muito só que brigamos muito ,na hora de fazer amor somos apenas um mas fora isso nos brigamos demais gostaroa de alguns conselhos que me ajudassem de verdade na minha vida sentimental.
    grata pela atençao…espero retorno

    Deixar um comentário
  3. Solange de Souza Pessoa Disse:

    Está sendo um aprendizado incrível; não imaginava que o bispo Renato e dona Cristiane no começo do casamento tiveram que superar tantos obstáculos como eles contam neste glorioso livro. É assim mesmo que defino esta obra como uma das mais importantes para não só auxiliar casais no relacionamento íntimo como no dia a dia de cada um. Não sou casada, mas estou aprendendo muito com os detalhes que muitos não prestam atenção; mas eu os considero ensinamentos para uma mudança até espiritual, assim trazendo um benefício muito positivo quanto se submeter ao próprio Deus, á Vontade Dele para alcançar essa promessa tão sonhada por muitos.

    Obrigada do fundo do coração.

    Deixar um comentário
  4. daniele Disse:

    Bom dia..Gostaria de parabenizar ao belo casal pela inicitiva brilhante de publicar esse livro, que obtive por acaso da minha querida sogra, pois ele veio na hora que estava mas precisando, pois casei recentemente, vamos fazer apenas 4 meses de casados e o inicio de foi e tem sido muito dificil, mas graças a Deus tive o prazer de ler este livro e aprender sobre o que deve e o que não devo e tem surtido efeito, mas sei que o resultado virá ao longo prazo, entao decidi sempre te-lo em mãos pra estar sempre revendo e assim poder obter o nosso objetivo: Casamento Blindano sempre….!!!
    Que Deus abençoe vcs sempre…
    abraços

    Deixar um comentário
  5. Bruna Ribeiro Disse:

    Olá Cristiane, sou estudante de jornalismo e farei um artigo científico sobre INSTITUIÇÃO CASAMENTO. Gostaria de saber se a senhora e o Bispo Renato, poderiam me conceder uma entrevista, para a nossa apresentação no trabalho.

    Meu contato: 11 4123-2336 / 7729-6587 / 54*25794
    FAP-SP – Faculdade do Povo – República/SP
    http://www.fapsp.com.br

    Jornalismo – 6º Semestre

    Aguardo sua apreciação.

    Grata

    Deixar um comentário
  6. maria melo Disse:

    amei o livro esta mim ajudo muito eu e meu marido estava. com problema mo casamento depois que começamos ler tudo mudo estamos em lua de mel ta uma bença meu casamento estou na fé

    Deixar um comentário
  7. josi leal Disse:

    Amei o livro ainda nao o terminei mas to quase la ,mas ja obtive ensinamentos maravilhosos e tendo por em pratica desde de ja,pois estou namoro e ja passo por alguns probleminhas relatados no livro.
    Ja vejo grande diferença no relacionamento,e ja estou logicamante preparada para as tempestades que aparecem no casamento.

    Um livro maravilhoso de ler,tambem parece que estamos num dialogo com os escritores abençoados por Deus ..

    Na Fe..

    Deixar um comentário
  8. solange Disse:

    gostei muito do seu livro ele me alertou sobre um problem que estou vivendo estou arrastando um casamento a varios anos mas a um ano descobri que meu marido me traia a 7 anos com uma vizinha,então a primeira atitude foi manda-lo embora mas ele pediu perdão e disse que isso não ia se repetir então foi para a igreja comigo,mas tenho duvidas de sua fidelidade e algumas vezes parece que ele esta vivendo esta vida obrigado tem outros indicios de minha desconfiança então lendo este livro decidi que preciso tomar uma decisão o mais rapido possivel
    tenho que fazer alguma coisa me explicar agir , vou pedir a direção de Deus e se for preciso até me separar ppreciso ser feliz, agradeço pela força,que me deu

    Deixar um comentário
  9. Cassiana Disse:

    Estou começando a ler o livro, estou nesse início me identificanto muito, principalmente na parte em que o Renato dava um “gelo” em sua esposa. Nossa, pareceria que estava descrevendo o meu casamento.

    Tenho certeza, que ao final da leitura muitas coisas vão mudar, pois estou disposta a grande transformação de Deus em minha vida conjugal.

    Quando terminhar vkolta para dar meu depoimento completo, mas precisa dizer o quanto é importante ter sabedoria…bjos

    Deixar um comentário
  10. natalia Disse:

    eu gostoi muitoooooooo

    Deixar um comentário
  11. walqueline Disse:

    como cuidar do casamento de uma pessoa evangelica e o outro ñ ser?

    Deixar um comentário
  12. DedéiaBsb Disse:

    Vanessa Lampert,
    Não é coincidência raríssima. É apenas uma decisão de ambas as partes em respeitar um a individualidade , espaço e essência do outro.Não somos um encaixe perfeito nem nessas coisas acreditamos.Somos apenas dois seres humanos normais que mudamos situações mas, não essência e que aprendemos a conviver cada um com a singularidade do outro sem a necessidade de sermos uma outra pessoa e sem a necessidade de abdicar da nossa essência. Enxergamos o sacrifício como algo involuntário e obrigatório e nunca como amor. Pode ter certeza de que continuaremos sim em nossa fé.
    Abraços.

    Deixar um comentário
  13. DedéiaBSB Disse:

    Vanessa Lampert,
    Compreendi perfeitamente apenas disse que essa parte não se aplica a minha vida particular conjugal e não se aplicará ,porque nós não associamos sacrifícios a amor e não associamos a idéia de abrir mão de ser quem somos para nos tornar outra pessoa. Como afirmei tanto eu como o meu marido somos mais felizes respeitando a nossa individualidade dentro do nosso relacionamento.Nós temos a visão de que se algo é sacrifício deixa de ser amor e se torna algo obrigatório e não algo vindo de um coração puro.Respeitamos muito a particularidade um do outro e a nossa essência do ser.Se com a sua vida conjugal é diferente saiba que isso é normal cada casal tem a sua forma pessoal de encarar uma relação e isso não tem nada a ver com Bíblia ou religião.A Bíblia é um manual de instrução mas, nem tudo que esta na mesma é adotada a risca por todas a humanidade.Embora nós acreditamos muito na mesma até hoje não tivemos problemas nesse sentido de respeitar um a individualidade e a essência um do outro.Se essa visão não funcionou na época no casamento do bispo eu te falo no meu funciona e muito bem e tenho certeza absoluta de que se eu tivesse que abrir mão de ser quem eu sou e o meu marido tivesse que abrir mão de ser quem ele é para sermos outra pessoa só para agradar um ao outro não seríamos felizes.A nossa metamorfose ambulante não invande a nossa personalide.A nossa essência e individualidade de gostos é sempre a mesma.Mas, isso não é receita de bolo a ser seguido pelo resto da humanidade.Digo-te que é o que funciona em nossa vida conjugal. Nada impede que você ou qualquer outra pessoa tenha uma vida completamente diferente dos meus padrões.Nem sempre o que se aplica em minha vida se aplicará na sua e nem sempre o que se aplica em sua vida se aplicará na minha.Cada casal tem lá o seu rítmo de vida.E Deus no nosso modo de pensar apenas diz:amém.

    Deixar um comentário
    • Vanessa Lampert Disse:

      Dedéia, que bom que você não precisa mudar em nada, nem seu marido, e que vocês dois, por uma coincidência raríssima, se encaixem tão perfeitamente bem que não seja necessário sacrificar nada, ceder em nenhum ponto. Vai na tua fé.

      Beijos!

      Deixar um comentário
  14. Giselle Disse:

    Não chegou na minha IURD, acelerem a distribuição meu povo rsrsrsrsr.

    Deixar um comentário
    • Vanessa Lampert Disse:

      Hahahahaha… Acho que eles dividiram essa primeira edição, parte já chegou e parte vai chegar…porque também não chegou na IURD da minha mãe (catedral de Campo Grande – MS), nem em Porto Alegre. Mas na minha IURD (João Dias) já chegou, eu vi domingo! :-D

      Deixar um comentário
  15. DedéiaBsb Disse:

    Olá.
    Eu li o livro e gostei demais. Foi um trabalho com muitos ensinamentos preciosos. Um livro repleto de bons valores e princípios e que prezou muito pela Sagrada família. Um verdadeiro presente para as pessoas que amam a família. Muitos ensinamentos estão em conformidade com os meus preceitos todavia,o único ensinamento que não achei coerente na aplicação da minha vida conjugal foi o referente aos cônjuges terem que abdicar de sua identidade pessoal e formarem os dois uma outra identidade com o objetivo de agradarem um ao outro.Digo isso ,porque eu jamais seria feliz se tivesse que deixar de ser quem eu sou em minha essência só para agradar ao meu marido.E não seria feliz se eu soubesse que ele esta sendo o que é tão somente para me agradar. Eu prefiro que ele seja o que ele verdadeiramente é em sua essência. E eu prefiro ser eu mesma.Tenho o mesmo pensamento do autro quando ele disse que um dia pensou assim: você já me conheceu assim eu não vou mudar só porque eu me casei.Acredito que a pessoa tem que aceitar a outra como ela é e como ela conheceu.Tudo se iniciou na escolha da pessoa antes mesmo de se casar.Eu acredito sim que um casamento pode ser harmônico respeitando a individualidade e mantendo a essência de cada pessoa e não vejo a necessidade de duas pessoas se unirem para os dois serem outra pessoa.A parte mais legal que eu achei foi a que falou do crescimento e da parceria existente entre o casal.À que se referiu a um investir no outro e exaltar sempre as qualidades um do outro.
    O livro é muito bacana vale apena conferir.

    Deixar um comentário
    • Vanessa Lampert Disse:

      Dedéia, acho que você não entendeu muito bem. Não se trata de abrir mão de sua essência, mas de fazer alguns sacrifícios para se tornar uma pessoa melhor ao se adaptar ao outro. Quem disse que o casal tem de se tornar um não foi o Bispo Renato, mas Deus, não no livro Casamento Blindado, mas na Bíblia. Se Ele disse que tem de ser assim, é porque é assim que funciona melhor. Não se trata de se despersonalizar, e o autor deixa isso bem claro. Quando ele pensava “eu sou assim e não vou mudar”, o casamento dele estava sendo destruído sem que ele se desse conta.

      Eu já pensei como você, mas hoje percebo que o maior sinal de inteligência é estar aberto a mudanças positivas. Eu não tinha consciência dos meus defeitos, achava que estava tudo certo e que eu era o máximo do jeito que eu era, por isso não queria mudar, pois aquela era a “minha essência”. Quando comecei a ouvir meu marido e a tomar consciência dos meus defeitos, me abri para mudanças e hoje só me arrependo de não ter feito isso antes. A pessoa que me tornei tem muito pouco a ver com a pessoa que eu era e a minha essência só se aprimorou com essa mudança. Vou eliminando os excessos, as arestas, os detritos e a cada dia que passa me torno o melhor que eu poderia ser. E meu marido também está cada vez melhor e mais feliz. O método de Deus realmente funciona.

      Sou “uma metamorfose ambulante”, graças a Deus. Nada no Reino de Deus é estático, tudo está sempre se renovando, mudando, crescendo, se desenvolvendo. Se você se agarrar a quem você é agora, achando que isso é o melhor que você pode ser, vai estagnar e deixar de aproveitar a melhor parte. Não recomendo, mas se quiser, vá em frente.

      Deixar um comentário

Deixar um comentário