Blog

Sabe aquele desenho animado do Gambá Pepe, que é apaixonado por uma gatinha preta com listrinhas como as dele?

Sempre que ele a vê, seus olhinhos ficam esbugalhados e em formato de coração. Ele não a entende, pois sempre foge dele por causa do mau cheiro, mas ainda assim ele é apaixonado…

Esse é um amor impossível, pois ela é gata e ele gambá! Nunca vai dar certo!

Existe essa incompatibilidade e, apesar de parecerem iguais, não são. E isso não se pode negar!

Da mesma forma, aconteceu com ela: bastou apenas um olhar e pronto, está apaixonada. Nem o conhece o suficiente, mas já se diz apaixonada. Está amando.

Lá está o amor de gambá. Um amor baseado nas emoções que só vai trazer decepções.

Existem diversas incompatibilidades, mas como o Gambá Pepe, ela não quer ver. Sempre pensa que com amor e depois do casamento vai conseguir superar tudo! Muito enganada você está, amiga. O casamento vai apenas agravar a sua situação.

Não são poucas as jovens que têm me escrito, arrependidas por terem vivido um amor de gambá e agora vivem uma vida fedorenta (me perdoem a expressão) no casamento!

As incompatibilidades podem ser diversas, mas vou citar apenas três:

  • Ele é muito mais novo que você. Sei que esse é um assunto polêmico e que muitos são contra. Sei também que não é uma regra e há casamentos que deram certo, mas vejam bem, são exceções. A grande maioria têm problemas, então a escolha é sua… Estou apenas lhe aconselhando.
  • Você tem mais estudo que ele. Também outra polêmica. Mas no casamento isso é algo que é muito difícil, principalmente para o homem.
  • Os dois têm visões diferentes para o futuro. Um quer ter filhos e o outro não, está aí um bom exemplo. Um tem o desejo de servir no altar e o outro não, outro bom exemplo!

Se você tem um namorado e está pensando em casamento, preste bastante atenção na incompatibilidade, pois pode lhe trazer muito sofrimento no futuro. Se você ainda não está namorando, é bom saber disso para quando escolher a pessoa que vai namorar. Evite “o amor de gambá”, use a fé inteligente!

Veja bem, é melhor sofrer agora com um namoro rompido, do que sofrer no futuro com um divórcio.

 

Colaborou: Nanda Bezerra

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

  • patricia de Jesus

    Ainda sou solteira e seus ensinamentos me ajudam bastante.
    Creio que quando a hora certa chegar vou fazer a escolha certa. Só
    tenho a agradecer 😉

  • Adriana

    D. Nanda e D. Cris, No meu caso, o meu marido me disse tudo
    o que eu queria ouvir antes do casamento. Era tão ingênua que
    acreditei ser verdade. Assim que casamos ele mudou totalmente os
    nossos planos (na mesma semana para ser mais exata). Impôs regras
    absurdas, do tipo não tomar aula de candidatos para poder curtir o
    casamento, não ir à igreja com tanta frequência e até mesmo não
    sacrificar. Ele passou a ir à igreja somente aos domingos. Depois
    disso eu logo engravidei, pois pensava que isso só aconteceria se
    fosse da vontade de Deus. Essa é uma parte vergonhosa do meu
    passado que só mostra que eu nem era liberta. Eu já vinha de outra
    denominação. Hoje tenho vergonha de confessar que pensava desse
    jeito, mas falo para ajudar outras pessoas. Libertei-me desses
    pensamentos tacanhas e continuei buscando a Deus. Não deixei de ir
    à igreja, nem de fazer a vontade de Deus, mas noto que nunca mais
    foi como antes de eu casar e nunca mais será. O que ele fez em
    seguida? Começou a me criticar muito, a me acusar de adúltera e de
    tudo quanto era coisa ruim para uma mulher. Mas usei a fé e resisti
    porque não queria desfazer meu CASAMENTO. Mudou porque passei a ter
    obrigações que eu nem imaginava que teria: Tive que encarar os meus
    medos e sobrepujá-los; Tive que aprender a ser esposa, mãe e dona
    de casa. (Coisa que não fazia ideia de como seria); Tive que
    amadurecer 27 anos em 15 pois ele é doze mais velho que eu. (Foi
    escolha minha, né?); Tive que seguir os seus planos e sonhos e não
    os meus. (Mas os sonhos e planos dele não incluíam servir a Deus
    como eu pensava. Isso eu não sabia); Tive que terminar a faculdade
    ouvindo gritos todos os dias de que não era uma esposa, mas sim uma
    “colegial” e lavando roupa duas da manhã para sair seis para a
    faculdade e grávida. (Mas ele também trabalhava na casa. Lavando
    banheiro, prato, etc. Essas eram apenas as regras dele); Tive que
    viver sob as regras dele; E uma delas era: trabalho, trabalho,
    trabalho; Outra era: primeiro trabalho braçal, depois trabalho
    intelectual, em seguida o trabalho pessoal (comer, tomar banho,
    dormir), o trabalho espiritual quase não acontece; Outra era: os
    dois trabalham fora, os dois trabalham em casa, os dois cuidam dos
    filhos, mas a obrigação da mulher é cuidar da casa, ser mãe e
    esposa e a do homem é ser fiel; Mais mandamentos do meu marido:
    Humilha a tua esposa que paga a metade das contas para ela não
    pensar que é melhor que você; Quem precisa de conselho quando se é
    “cabeça” e pode se comunicar direto com Deus?; E por último: quem
    precisa de bolo se existe um pé de cereja no quintal. Meu marido
    foi se afastando cada vez mais da igreja e quase terminamos, mas
    graças a Deus, eu perseverei e não deixei o meu casamento acabar.
    Vamos fazer 15 anos de casados em junho e não quero desistir agora
    depois de tanta luta. Todos os casamentos dos meus irmãos, mãe e
    pai já acabaram, mas o meu não vai acabar. Deus vai quebrar essa
    maldição na minha família através de mim. Ele ainda me distrata,
    mas criei uma casca tão grossa que nenhuma ofensa me abala. Já ouvi
    tudo mesmo. Mas eu também o distratei muito sabe. Também o ofendi
    muito. O mais forte de tudo isso é que eu nunca fui APAIXONADQA por
    ele. Mas decidi viver o amor de Deus no meu casamento. Hoje, meu
    filho tem 13 anos e já se batizou, minha filha de 10 anos é temente
    a Deus e fiel. Meu marido vai à igreja para levar o dízimo, é fiel
    a mim e mesmo sem gostar da igreja, não consegue deixá-la. Ele
    balança, mas não cai, porque Deus o sustenta. Mudei meus planos e
    sonhos para não destruir minha família. Dói muito, mas Deus me dará
    a recompensa.

    • D. Nanda Amo Seus Ensinamentos Deus Abençoe..

  • tatiana Francelino

    concordo plenamente,hoje em dia tem acontecido muito
    isso,um amor impossível de dar certo ,e muitas vezes continuamos
    insistindo em algo que não tem fruto,nao pensamos nas consequências
    do futuro,agimos na emoção,ja passei por isso e não foi fácil ,mas
    venci,acordei antes que fosse tarde de mais.

  • Renata flavia

    Nanda sou exemplo vivo desse amor,enfrentei tudo e a todos
    por uma pessoa que nao min deu nem um futuro produtivo,estou
    separada ah 2 anos com uma filha de 5 anos para cria, e o pior
    dividas que adquerir quando estavamos juntos.Mas graças a Deus
    abrir meus olhos e voltei para JESUS(nunca deveria te abandonado
    por nada ainda mais por homem )hoje estou so crendo que a vitoria
    vira em o nome do SENHOR JESUS.A NOSSA oraçao tem que ser para DEUS
    abrir os olhos de quem esta preste a cair nesta cilada o (AMOR
    GAMBAR )meninas a NADA nao estar erada
    cuidado!!!!!!!!!!!!!

  • brenda

    eu vivi isso por longos anos,eu na verdade era
    consciente,porém pela maldita paixonite,tentava sufocar a
    verdade,mas ela sempre estava infiltrada dizendo que eu estava
    enganada, e no fundo,nem precisava chegar bem no fundo, ela
    gritava,mas EU ignorava e por isso ainda passei longos anos com um
    namoro que eu me dedicava e não recebia o devido valor,nem valor
    ele me dava essa era a verdade,mas devido medo e insegurança eu
    ficava pensando como vou ficar sozinha,nunca mais vou ter alguem
    como ele,mas existia sim alguem bem melhor que ele, pois quando
    acordei para realidade conseguir encontrar alguem que nunca esteve
    em meus sonhos,somos totalmente diferentes de gostos,mas o
    principal,ele é o homem que além de me assumir como esposa,me
    ensinou o significado do amor, hoje meu passado é apenas uma
    questao se superação,pois falta não me faz nem as lembranças,
    graças à Deus consegui supera e seguir em frente,hoje na verdade é
    que sou FELIZ!

  • Alana Almeida

    muito bom era bom que todas pudessem ler.

  • Pamela Raila

    Muito bacana dona Nanda,muitas pessoas tem medo de tomar esta atitude agora,mas e melhor chora alguns anos do que a vida todo em um relacionamento frustado.

  • Adriana

    to achando q sou uma gamba.. =( apaixonada em momentos.. e ele eh de outra fé..catolico… estou buscando forças nesse jejum de daniel…Deus tem q transformar a minha vida!

  • Aminadabi

    Nossa.parece que foi para mim….. 🙁

  • Vívian

    Pura realidade dona Nanda!
    Mas as pessoas vão muito pela aparencia, as vezes nem por este motivo,
    simplesmente se lançam em uma relação por causa carência. Isso foi um dos pontos que na Palestra da Mulher V, foi abordado. Quando a pessoa faz isso, não está se valorizando.

  • Maiara

    Muito bacana, falou tudo Dona Nanda, eu ja tive uma amor de gamba, mas acordei a tempo, e hoje casei com um Homem de Deus, e não vivo uma vida fedorenta rsrs, mas se tivesse agido pelo sentimento estaria vivendo.

  • Emily França

    muito legal eu gostei

  • Jéssica Ns

    Poxa Vida, eera exatamente o que estava acontecendo comigo, inclusive ontem estava eu conversando com uma Obreira casada e logo logo vai pra Obra, e falamos sobre exatamente issu, poxa eu vejo que éh Deusss cuidando de mim e abrindo meus olhos, somente saber esperar e viver uma Vida reta com Deus que minha, nossa benção virá !!! … ” OBRIGADA DEUSSS POR SEMPRE SEMPRE CUIDAR DE MIM …”

  • Vanessa Knorst

    é muito comum vermos esse amr de ganbá por aí… mais uma vez iludicas com o coração, tomando decições precipitadas e sofrendo as suas consequências..

    beijinhos

  • Janete

    É VERDADE,PORQUE ACONTECEU COMIGO.E HOJE SOFRO COM O DIVÓRCIO.