Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Deus nos deu o direito de escolha. Ele nos mostra o caminho da vida e o da morte. O da vida é o caminho da justiça, o da morte é o caminho da injustiça. Somos nós que decidimos o caminho!

Normalmente as pessoas responsabilizam alguém por algo, mas nunca por algo bom, porque quando a coisa é boa, elas se apresentam como as responsáveis. Mas, quando a coisa, num todo, vai mal, elas sempre têm o dedo para apontar alguém como sendo o responsável.

Nós sabemos que no mundo há o Espírito de Deus e o espírito do diabo. Deus não obriga ninguém a andar com Ele, porém, se a pessoa toma a decisão de caminhar com Ele, há uma cobrança da parte dEle para que ela ande na justiça. Porque Ele, sendo Puro e Santo, não pode andar com um injusto.

No entanto, Ele quer salvar o injusto que tem sofrido as consequências do espírito da injustiça: miséria, doenças, traições, mentiras etc. Por isso, Deus dá a ferramenta, que é a fé sobrenatural, a fé do sacrifício, para que essa pessoa sofrida chegue diante dEle, que é Santo e Puro.

Deus cobra que a pessoa seja santa como Ele é Santo:

…porquanto está escrito: Sede santos, porque Eu sou Santo. 1 Pedro 1.16

Assim como da parte de Deus existe uma cobrança para que eu seja santo, ou seja, justo, eu também posso cobrar de Deus a Sua Justiça.

É impossível viver num mundo injusto e não ser vítima das injustiças, por isso Deus permite que os Seus justos sejam injustiçados, para que assim possam manifestar a sua fé e cobrar de Deus a Sua Justiça. Deus me dá o direito de exigir a Sua Justiça porque Ele me cobra andar na Sua Santidade!

Quando Deus apareceu a Abraão, Ele Se apresentou como o Deus Todo-Poderoso e disse:

…anda em Minha presença e sê perfeito. Gênesis 17.1

O que é isso senão Deus cobrando de Abraão o andar na justiça? Por isso, quando Abraão soube que Sodoma e Gomorra seriam destruídas, ele entrou na Presença de Deus e cobrou a Sua Justiça dizendo:

Destruirás também o justo com o ímpio? (…) Longe de Ti. (…) Não faria justiça o Juiz de toda a terra? Gênesis 18.23-25

Deus sabia que lá em Sodoma havia pessoas justas, mas Ele permitiu aquela situação para que um justo clamasse por justiça, e esse único justo foi Abraão!!!

Bispo Romualdo Panceiro
Colaborou: Bispo Romualdo Panceiro

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: