Não escolhemos vir ao mundo, mas temos o direito de escolher onde viver a eternidade.

Blog

Eram, porém, os filhos de Eli filhos de *Belial e não conheciam o Senhor; porquanto o costume daqueles sacerdotes com o povo era que, oferecendo alguém algum sacrifício, vinha o moço do sacerdote, estando-se cozendo a carne, com um garfo de três dentes em sua mão; e dava com ele, na caldeira, ou na panela, ou no caldeirão, ou na marmita; e tudo quanto o garfo tirava o sacerdote tomava para si; assim faziam a todo o Israel que ia ali a Siló. Também, antes de queimarem a gordura, vinha o moço do sacerdote e dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao sacerdote, porque não tomará de ti carne cozida, senão crua. E, dizendo-lhe o homem: Queimem primeiro a gordura de hoje, e depois toma para ti quanto desejar a tua alma, então, ele lhe dizia: Não, agora a hás de dar; e, se não, por força a tomarei. Era, pois, muito grande o pecado desses jovens perante o Senhor, porquanto os homens desprezavam a Oferta do Senhor. 1 Samuel 2.12-17

Olá, senhoras e senhores!

Na minha leitura bíblica de hoje, meditei nesses versículos e o Senhor Espírito Santo me Revelou o risco que corremos em querer servir a Deus e ao Seu povo do nosso jeito e maneira.
Vou explicar os pontos relevantes desta meditação. Me acompanhem, por favor.

1º Ponto:
Os filhos de Eli, o profeta, não eram Filhos de Deus, e sim de belial. Para que entendam a profundidade, seriedade e gravidade desta palavra, filhos de belial é igual a filhos do diabo. Leia com a devida atenção esta breve explicação:

Bíblia Hebraica
O termo belial (בְלִיַּעַל bĕli-yaal) é um adjetivo hebraico que significa “sem valor”, de duas palavras comuns beli- (בְּלִי “sem-“) e ya’al (יָעַל “valor”). Ele ocorre 27 vezes no Texto Massorético, em versos como os que seguem:

“Um homem cruel (em hebraico adam beli-yaal)” – Livro de Provérbios 6.12

Dessas 27 ocorrências, a expressão “filhos de belial” (בְּנֵֽי־בְלִיַּעַל beni beliyaal) aparece 15 vezes para indicar pessoas indignas, incluindo idólatras (Deuteronômio 13.13), os homens de Gibeá (Juízes 19.22; 20.13), os filhos de Eli – Nabal e Simei (1 Samuel 2.12). Na Versão King James da Bíblia cristã, essas ocorrências são apresentadas com “Belial” iniciando com letra maiúscula:

“Os filhos de Eli eram filhos de Belial” – (VKJ – TRADUÇÃO ORIGINAL DO GREGO).

Em versões modernas, elas são normalmente lidas como uma frase:

“Os filhos de Eli eram ímpios” – (NVI – TRADUÇÃO CATÓLICA).

No texto hebreu a frase é “filhos de Belial”, ou simplesmente “filhos da inutilidade”. Entretanto, as frases “filhos de” são uma expressão semítica comum como “filhos da destruição”, “filhos da ilegalidade”.

Estremecedor, não é?!

Pois bem, por que os filhos do sacerdote Eli eram

1- filhos de belial?
2- filhos ilegais?
3- da destruição?
4- da inutilidade?
5- indignos?
6- sem expressão?
7- cruéis?
8- sem valor???

Por 6 razões.
Reparem…

Primeira razão: Porque tentavam servir ao Senhor a Quem eles não conheciam;

Segunda razão: Fizeram do Ofício Santo, Trabalho Santo, seu ganha pão, seu sustento, como um trabalho secular;

Terceira razão:
Tentavam servir ao Senhor e ao Seu povo à sua maneira, ao seu jeito, na carne e não no Espírito da fé consciente;

Quarta razão: Se aproveitavam da boa fé das pessoas para tirarem proveito pessoal; queriam carne, facilidades, porque eram carnais;

Quinta razão: Impunham às pessoas uma fé que não era delas; estipulavam a oferta e exigiam, obrigando o que se deveria e deve ser de forma voluntária e santa;

Sexta razão: As suas ações e reações eram o resultado do seu desprezo à Oferta do Senhor (o que era oferecido ao Senhor – Trabalho), como afirma o último versículo:

Era, pois, muito grande o pecado desses jovens perante o Senhor, porquanto os homens desprezavam a Oferta do Senhor.
1 Samuel 2.17

Todo pecado é grave, mas desprezar a Oferta do Senhor é MUITO GRAVE!!!

Meditem sobre o escrito, converse com a sua esposa e esposo a respeito.

Bispo Júlio Freitas
Colaborou: Bispo Júlio Freitas

Participe! Deixe seu comentário sobre este post

Você sabia que também pode receber as mensagens do meu blog por e-mail? Preencha abaixo: